Kalle Rovanperä vence e convence na Estónia

Esta foi a quinta vitória da temporada para o piloto de 21 anos, que caminha a passos largos para se tornar no mais novo campeão mundial de sempre.

(auto.look2010@gmail.com) – EM ATUALIZAÇÃO

O piloto finlandês Kalle Rovanperä (Toyota GR Yaris Rally1) venceu hoje o Rali da Estónia, sétima prova do Campeonato do Mundo, e aumentou a vantagem no Mundial de pilotos. Kalle Rovanperä terminou os 24 troços com o tempo de 2h54m29s, deixando o segundo classificado, o britânico Elfyn Evans (Toyota GR Yaris Rally1) em segundo lugar, a 1.00,9 minutos, e o estónio Ott Tänak (Hyundai i20 N Rally1) em terceiro, a 1m55,7s.

Esta foi a quinta vitória da temporada para o piloto de 21 anos, que caminha a passos largos para se tornar no mais novo campeão mundial de sempre. Kalle Rovanperä, que saltou para a liderança da prova na última especial de sexta-feira, foi quem melhor se adaptou à muita lama presente durante a prova disputada em Tartu, acabando o rali a aplicar 22,4 segundos de diferença a Elfyn Evans só na especial final, a “power stage”, que tinha 16 quilómetros e distribuía 15 pontos pelos cinco mais rápidos.

«Foi incrível. Foi um fim de semana difícil, mas pilotámos muito bem», frisou Kalle Rovanperä, que tem já 83 pontos de vantagem sobre o segundo classificado do Mundial, o belga Thierry Neuville (Hyundai i20 N Rally1), que foi apenas quarto classificado na Estónia.

Os pilotos da Hyundai Motorsport debateram-se com problemas ao longo de toda a prova, sobretudo com o embaciamento do para-brisas. Ott Tänak queixou-se, também, de problemas com os travões traseiros.

«Sabemos o que temos de fazer, só temos é de o começar a fazer. O potencial está lá», atirou, em jeito de aviso para a equipa coreana, que tem sido batida em toda a linha pela Toyota.

Já Elfyn Evans deixou uma palavra de admiração para Rovanperä: «Tenho de lhe tirar o chapéu. Nunca tive andamento para ele», sublinhou, no final da prova estónia. Com estes resultados, o finlandês tem agora 175 pontos, contra os 92 de Thierry Neuville e os 79 de Elfyn Evans, que subiu a terceiro, por troca com Ott Tänak, que tem 77 e é quarto.

No Mundial de Construtores, a Toyota lidera, com 298 pontos, contra os 211 da Hyundai. A próxima ronda disputa-se de 4 a 7 de agosto, na Finlândia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.