Kalle Rovanpera mais próximo da quinta vitória

Jovem prodígio finlandés, navegado por Jonne Halttunen, conduziu o Toyota GR Yaris Rally1 ao topo da classificação geral do Rali da Estónia, depois de uma recuperação notável.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Mais célere nas derradeiras três especiais do dia, depois de ter visto o seu atraso para o inglês Elfyn Evans (Toyota GR Yaris Rally1), o mais rápido na classificativa mais longa do rali, que abriu a segunda volta pelas quatro provas de classificação do dia, subir para 19,9”, o finlandês Kalle Rovanpera (Toyota GR Yaris Rally1) conseguiu reverter a situação e terminar o segundo dia do Rali da Estónio no comando, com 11,7” de avanço sobre o inglês.

Penalizado por abrir a estrada, o finlandês, que este sábado vai ser o 11.º na estrada, atrás do inglês, tem tudo a seu favor para vencer a prova estónia, naquela que será a sua quinta vitória, em sete provas, e mais um passo para suceder ao francês Sébastien Ogier na lista dos campeões do mundo.

O estónio Ott Tanak (Hyundai i20 N Rally1) termina o dia no derradeiro lugar do pódio, com 21,6” de avanço sobre o finlandês Esapekka Lappi (Toyota GR Yaris Rally1), mesmo depois de ter sido penalizado em 10”, por não ter usado energia eléctrica numa zona onde ela era obrigatória.

O francês Adrien Fourmaux (Ford Puma Rally1), sexto, atrás do belga Thierry Neuville (Hyundai i20 N Rally1), é o melhor dos homens da marca da oval.

A tarde foi penalizadora para o sueco Oliver Solberg (Hyundai i20 N Rally1), que furou no primeiro troço da tarde e ficou sem direcção assistida, no terceiro, o que o tem feito “arrastar-se” e afundar-se na classificação, estando para lá do 20.º lugar da geral.

No que diz respeito aos RC2 e depois de uma manhã quase sempre com trocas de comandante, o norueguês Andreas Mikkelsen (Skoda Fabia Rally2 Evo) impôs-se durante a tarde e termina o dia com 12,1” de vantagem sobre o finlandês Temmu Suninen (Hyundai i20 N Rally2).

Para este sábado os concorrentes têm pela frente uma dupla passagem por quatro especiais, para o dia terminar com a repetição da super-especial de Turku, que, na quinta-feira, abriu a prova, mas a quilometragem competitiva desce dos 140,84 km, percorridos esta sexta-feira para os 95,02 km, a percorrer sábado.

Classificação após nove especiais – 1.º, Kalle Rovanpera/Jonne Halttunen (Toyota GR Yaris Rally1), 1.16’19,7”; 2.º, Elfyn Evans/Scott Martin (Toyota GR Yaris Rally1), a 11,7”; 3.º, Ott Tanak/Martin Jarveoja (Toyota GR Yaris Rally1), a 44,3”; 4.º, Esapekka Lappi/Janne Ferm (Toyota GR Yaris Rally1), a 1’05,9”; 5.º, Thierry Neuville/Martijn Wyndaeghe (Hyundai i20 N Rally1), a 1’12,9”; 6.º, Adrien Fourmaux/Alexandre Coria (Ford Puma Rally1), a 2’08,1”; 7.º, Takamoto Katsuta/Aaron Jonhston (Toyota GR Yaris Rally1), a 2’10,9”; 8.º, Gus Greensmith/Jonas Andersson (Ford Puma Rally1), a 2’29,4”; 9.º, Pierre-Louis Loubet/Vincent Landais (Ford Puma Rally1), a 3’59,0”; 10.º, Andreas Mikkelsen/Torstein Eriksen (Skoda Fabia Rally2 Evo), a 4’57,4 (1.º, RC2).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.