Josep Garcia vence Enduro GP de Portugal

O português Luís Oliveira (Yamaha), único português presente na competição principal, desistiu em ambos os dias. Já Frederico Rocha (TM) e Rodrigo Luz (Yamaha) abandonaram, o primeiro por avaria o segundo por uma queda.

(auto.look2010@gmail.com) – Foto: JOÃO DA FRANCA E OFICIAIS

O espanhol Josep Garcia venceu este domingo o Enduro GP de Portugal, quinta prova do Mundial da especialidade, disputada em Santiago do Cacém. O piloto da KTM venceu os dois dias de prova, terminando esta segunda jornada com o tempo de 51m42,52s, deixando o britânico Brad Freeman (Beta) em segundo, a 2,76 segundos. O também britânico Nathan Watson (Honda) foi terceiro, já a 33,33 segundos do vencedor.

O primeiro dia foi dominado por Josep Garcia, que triunfou em oito das dez especiais do percurso arenoso desenhado nos arredores de Santiago do Cacém, terminando com uma vantagem de 54 segundos para Brad Freeman.

Este domingo, o piloto espanhol de 24 anos teve mais oposição por parte do piloto da Honda. Ambos repartiram o triunfo em oito das nove especiais, com Garcia a levar a melhor na que encerrou o dia, vencendo com menos de três segundos de vantagem. Desta forma, Josep Garcia chega à última prova, em França, com 164 pontos, a 16 de Freeman, que lidera a classificação.

O português Luís Oliveira (Yamaha), único português presente na competição principal, desistiu em ambos os dias. Já Frederico Rocha e Rodrigo Luz, representantes lusitanos na classe Youth Cup, viram-se na contingência de abandonar hoje, segundo dia do Grande Prémio de Portugal de Enduro.

Depois de ter registado a quinta posição na véspera, Frederico Rocha esperava poder repetir o feito mas, logo após a primeira Cross Test, um problema mecânico levou a perder bastante tempo. O piloto da TM ainda arranjou a moto mas o problema repetiu-se e a penalização foi tal que o jovem de Coimbra optou por abandonar.

Por seu turno, Rodrigo Luz tinha terminado o primeiro dia na 7.ª posição e este domingo, quando seguia em prova na qualidade de melhor português, não evitou uma queda na Extreme Test. Tratou-se de um contratempo para o piloto da Yamaha, uma vez que os médicos da competição impediram-no de prosseguir em prova.

Resta agora a Frederico Rocha e Rodrigo Luz carregar baterias para apresentarem as credenciais para a jornada de encerramento do Campeonato Nacional de Enduro, a ter lugar em Fafe, em Novembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *