Josep Bassas no lugar mais alto do pódio

A dupla formada por Josep Bassas e Axel Coronado venceu o Rally Serras de Fafe e Felgueiras, quinta prova da Peugeot Rally Cup Ibérica 2021, e os títulos de 2021 da copa ficaram adiados para a Catalunha.

(auto.look2010@gmail.com) – Fotos: JORGE CUNHA E RUI REIS (AIFA)

Alejandro Cachón e Alejandro “Jandrin” Lopez

A dupla do Rally Team Spain impôs-se num rali corrido sob condições atmosféricas muito adversas, num palco onde dois outros adversários se entregaram à sua luta particular pelos títulos de 2021, alcançando resultados muito díspares.

Depois de um percalço na secção da tarde, Alejandro Cachón e Alejandro “Jandrin” Lopez ainda terminaram no 2.º lugar, beneficiando do abandono de Alberto Monarri e Ángel Vela, num conjunto de resultados que adia a decisão dos títulos para o RACC Rally de Catalunya.

A vantagem pontual é agora dos primeiros, sendo 18,98 os pontos que os separam, quando estão em discussão 25 pontos de uma potencial vitória, fora os proporcionais de pontos das vitórias em troços.

Pedro Almeida e Hugo Magalhães

Neste rali há ainda a destacar o 3.º lugar dos regressados Pedro Almeida e Hugo Magalhães, eles que se têm dividido entre a copa ibérica e a Peugeo Cup francesa, num difícil rali que delapidou parte do plantel que se apresentou, esta manhã, à partida.

Todas as decisões da Peugeot Rally Cup Ibérica 2021 ficam, assim, adiadas para os troços de asfalto da 1ª Etapa do Rally RACC / Catalunya (15 e 16 Outubro), jornada do WRC, culminando uma época que se está a mostrar muito disputada, levando até final a indefinição dos títulos de Pilotos e Navegadores.

Aproveitando a totalidade da 1.ª etapa do Rally Serras de Fafe e Felgueiras, correu-se ao longo de todo o dia deste sábado, a quinta e penúltima prova da Peugeot Rally Cup Ibérica 2021 como palco de um conjunto de novas batalhas pelos títulos desta que é a temporada 4 da copa coorganizada pela Peugeot Portugal e Peugeot Espanha, assente na estrutura logística da Sports & You.

Alberto Monarri e Ángel Vela

Fruto das difíceis condições atmosféricas registadas ao longo de todo o dia de hoje na região, que tiveram um grande impacto no terreno de jogo, colocou-se à prova, não só a robustez de um dos mais apetecíveis produtos da Peugeot Sport desenhado para a formação (ou confirmação) de novos valores para a categoria dos ralis, o 208 Rally4, como a própria resiliência das equipas em lidar com essas e outras condições. Foram, assim, 12 as duplas que esta manhã se perfilaram no centro de Fafe apostadas na conquista de uma vitória neste rali que é, ainda, pontuável para o Campeonato de Portugal e Europeu de Ralis (CPR e ERC).

Entre elas destacavam-se as duas equipas – Alejandro Cachón/“Jandrín” e Alberto Monarri/Ángel Vela – que se encontravam mais perto de alcançar os objetivos definidos para esta época, traduzidos nos títulos de 2021, eles que, no arranque deste rali tinham uns mínimos 2,27 pontos a separá-los.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *