José Barros satisfeito com estreia e “estuda” 2022

José Barros estreou-se este ano no automobilismo e mostrou uma ambientação progressiva que lhe permitiu conquistar pódios na GT3 Cup. Os bons resultados deste ano motivam-no ainda mais para crescer e evoluir em 2022.

(auto.look2010@gmail.com)

Qual o balanço que fazes desta temporada?

Foi uma temporada muito promissora. Foi um ano de transição do karting para os automóveis com bons resultados e com muitos degraus alcançados principalmente na GT3 Cup. No Karting foi um ano de continuidade, com prestações bastante consistentes. Era um dos candidatos ao título, consegui fazer boas corridas, apesar de alguns problemas que foram surgindo ao longo da época. Foi um dos meus melhores anos no Karting, com o terceiro lugar na classificação geral do campeonato. Principalmente nas últimas corridas conseguimos mostrar que éramos capazes de bater qualquer um dos pilotos.

Qual foi o melhor momento da temporada?

Sem dúvida alguma, o último terço da época, quando decidi fazer a GT3 Cup, o que deu uma lufada de ar fresco na minha carreira. Deu-me ainda alguma esperança para o meu futuro enquanto piloto, na medida em que consegui uma rápida evolução ao Porsche 911 GT3 Cup. Conquistei pódios na minha categoria, que tinha nove concorrentes.

Depois desta temporada, que aspecto consideras ter de melhorar para o futuro?

No Karting sem dúvida terei de melhorar a minha preparação física. Há questão do peso que me prejudicou bastante na temporada passada, dado que, além do meu físico não estar muito desenvolvido, o lastro está no kart, o que me roubou competitividade e rendimento. Com o Porsche, tenho, sem dúvida, de aprimorar a pilotagem, que é bastante diferente em relação ao Karting. Fora isso, é dar continuidade ao trabalho que tenho realizado para podermos estar na luta pelas posições cimeiras a curto-prazo.

Quais são os teus planos para 2022?

2022 promete. Ainda está tudo aberto quanto à próxima temporada, mas posso dizer que a GT3 Cup é uma possibilidade, mas não só. O objectivo é desenvolver um projecto ambicioso nos GT. Possivelmente, farei algumas corridas no Karting, não só em Portugal, mas talvez também no estrangeiro. Há ainda outros projectos em discussão, mas é ainda muito cedo para falar neles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *