Joaquim Rodrigues Jr. quer manter ritmo até final

O piloto natural de Barcelos terminou esta segunda-feira na oitava posição das motos a oitava etapa da 44.ª edição do Rali Dakar e espera manter a mesma toada até ao final da prova desenhada pela Amaury Sport Organisation (ASO).

(auto.look2010@gmail.com)

O português Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) gastou mais 9m58s para percorrer os 395 quilómetros cronometrados entre Al Dawadimi e Wadi Ad Dawasair, na Arábia Saudita, do que o vencedor do dia, o britânico Sam Sunderland (GasGas).

Tratou-se de uma excelente prestação de Joaquim Rodrigues Jr. que não perdeu a oportunidade de subiu mais duas posições, até ao 15.º posto, a 58m05s de Sam Sunderland. A etapa desta segunda-feira foi, talvez, o mais rápido na edição deste ano do Rali Dakar até ao momento, com os pilotos a ter de acelerar através de dunas arenosas, trilhos pedregosos estreitos, trilhos encharcados para “fugir” das teias de vales e wadis.

«Foi mais uma boa etapa. Era muito rápida, mas foi uma boa jornada. A moto esteve ao seu melhor e estou contente com o meu desempenho. Temos vindo a conseguir resultados consistentes e espero manter este ritmo até ao final da prova», disse o piloto português da Hero.

Esta terça-feira disputa-se a nona etapa, com 287 km cronometrados, em forma de “loop”, com início e fim em Wadi Ad-Dawasir. Por esta altura, a resistência dos concorrentes e das suas máquinas serão um fator decisivo. A presença de montanhas, seguidas de trilhas que serpenteiam pelos desfiladeiros exigirá uma abordagem diferente. Apesar de haver menos areia, esta etapa será ainda difícil, até pela navegação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.