Joaquim Machado: o pódio como meta

O Eurocircuito da Costilha, em Lousada, prepara-se para receber, este fim-de-semana, a prova inaugural do Campeonato de Portugal de Ralicross, com o piloto da “casa” apostado em lutar pelos lugares cimeiros.

(auto.look2010@gmail.com)

À semelhança das últimas épocas, o piloto lousadense, Joaquim Machado, aposta na Super 1600 para abordar a nova temporada que tem lugar este sábado e domingo. O vice-campeão em 2020, mantém os objectivos da época anterior que passam pelos lugares cimeiros.

«Estou ciente de que o nosso objectivo será uma dura luta dada a quantidade e qualidade dos adversários. A divisão em que participo sofreu uma grande evolução para esta época, com muitas viaturas novas, evoluções e, naturalmente, pilotos em catadupa. Sem dúvida que vai ser muito disputada», referiu Joaquim Machado.

De acordo com o piloto lousadense, o Peugeot 208 «está no seu melhor, fruto do trabalho da Kaxa & Motor». «Vamos para esta nova época conscientes das dificuldades, mas também muito motivados e, conforme já assumi, a nossa luta será sempre o pódio. A equipa tem objectivos bem definidos para este ano: conquistar o melhor lugar possível na classificação geral da divisão».

A Super1600 conta com 17 equipas inscritas no referido campeonato, embora se espere outras participações, o que deixa, desde logo, antever muita luta em pista. O Eurocircuito da Costilha, em Lousada, abre portas esta sexta-feira com as verificações técnicas e documentais. No sábado as corridas começam logo pela manhã, com a realização dos treinos livres, seguido de duas corridas de qualificação. Já no domingo, do programa consta-se mais duas corridas, que culminará com as finais.

Esta é a primeira prova do Campeonato de Portugal de Ralicross, composta por sete provas e que se prolonga até Outubro. Sem público, mas com transmissão via “streaming”, a prova prometer emoções fortes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *