Joaquim Machado de olhos postos no pódio

É já no próximo fim-de-semana que o piloto nortenho e a equipa de preparação Kaxa & Motor rumam até à capital da Beira Baixa, em que a Escuderia Castelo Branco será a anfitriã da próxima prova de Ralicross, a segunda após a pandemia da Covid e a terceira da época 2020.

(auto.look2010@gmail.com)

Joaquim Machado está confiante para a prova albicastrense, recordando que «o Ralicross de Lousada foi muito duro». «Após o toque que me danificou o amortecedor, o Peugeot estava quase impossível de conduzir. Tive que “domar” os cavalos do carro e lutar pelo melhor lugar possível», começou por referir o piloto nortenho.

Castelo Branco «vai ser uma prova muito quente, principalmente pelo calor que se espera». «As altas temperaturas vão dificultar a performance das viaturas, que já são, normalmente altíssimas. Trata-se de mais uma situação que teremos de controlar para levar o nosso objectivo a bom porto. Claro que confio plenamente na minha equipa, sei que tudo farão para me ajudar a conquistar o melhor lugar possível».

Tendo em mente que cada corrida é uma luta, mas é, também, um passo em frente para o campeonato. Por isso, o objectivo do piloto passa por alcançar o pódio, mantendo desta forma o primeiro lugar na classificação deste ano.

A Escuderia Castelo Branco optou por um horário “sui generis”, ou seja, por começar muito cedo e acabar tarde, fazendo uma grande pausa para almoço, evitando as horas de maior calor. À semelhança do que aconteceu na última corrida, o público não se poderá deslocar ao Parque de Desportos Motorizados, sito na recta do Lanço Grande, podendo, contudo, acompanhar a prova via internet e as finais em directo na Bola TV.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: