João Ramos vitorioso na Baja TT de Loulé

Aos comandos de uma Toyota Hilux, o piloto gaiense, navegado pelo tomarense Vítor Jesus, sai da cidade louletana com o triunfo na segunda prova do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno, superando a concorrência nos dois Sectores Selectivos (SS) desenhados no interior do Sotavento algarvio.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Vítor Jesus e João Ramos festejam o triunfo na prova algarvia

Batido no dia de ontem, o campeão nacional, João Ramos (Toyota Hilux) viu a sua desvantagem, para Alexandre Ré e Hugo Magalhães (VW Amarok), que começavam o dia na frente, subir de 12 segundos para 1m50s, no final do primeiro SS (123,68 km) do dia.

No segundo SS (81,58 km), sem nada a perder, João Ramos atacou forte e em CP1 (39,84 km) tinha reduzido a desvantagem para 38”, para no final do SS ser mais rápido do que Alexandre Ré e vencer o SS por 3’30”, o que lhe permitiu vencer a prova algarvia por 1m13s.

Pedro Dias da Silva, navegado pelo famalicense José Janela, em Ford MO EXR05 Proto, completou o pódio e ascendeu ao segundo lugar do campeonato a 11 pontos de Alexandre Ré, que, com dois segundos lugares, é o comandante da competição, enquanto Nuno Matos (Fiat Fullback Proto), vencedor da prova inaugural e terceiro no dia de ontem, desistiu, logo na parte inicial do primeiro SS do dia, e caiu para quarto, atrás ainda de João Ramos.

Alexandre Ré e Hugo Magalhães conduziram a VW Amarok ao lugar intermédio do pódio

Na quarta posição terminaram André Amaral e Nelson Ramos (Ford Ranger), a 29m19s do vencedor, cabendo a David Spranger e Paulo Fiúza (BMW 316 Proto) encerrar o “top five”, a 43m42s de João Ramos.

Edgar Condenso e Nuno Silva realizaram uma prova de grande nível, terminando no 6.º lugar, numa prova em que foram um exemplo claro de desportivismo. O navegador sofreu uma indisposição, que lhe condicionou a prestação em parte da prova, bem como ao piloto, obrigado a conduzir à vista durante muitos quilómetros, em troços bastante técnicos e exigentes. Com isso perderam algum tempo. Ontem foi Edgar Condenso o indisposto e, hoje, foi Nuno Silva, mas ambos já estão recuperados.

Pedro Dias da Silva e José Janela, em Ford MO EXR05 Proto, cotaram-se os terceiros mais rápidos

O regressado Ricardo Porém, que partilhou o Mini Paceman Proto com o irmão Manuel, não teve a sorte pelo seu lado e já não partiu para o dia de hoje, em consequência de problemas com a caixa de velocidade, que ontem tinha condicionado o seu andamento.

Em igualdade circunstancial estiveram Nuno Matos e Pedro Marcão apresentaram-se à partida para a Baja de Loulé com a motivação em alta, depois do grande triunfo na Baja TT do Pinhal. No sector selectivo desta manhã, problemas na caixa de direcção no FIAT Fullback Proto condicionaram a prestação da equipa, que ainda realizou 15 quilómetros sem direcção assistida, mas foi forçada a dar por terminada prematuramente a presença no evento algarvio.

João Rato e Pedro Colaço conduziram o Land Rover Discovery ao triunfo no T8

Georgino Pedroso e Carlos Silva (Isuzu D-Max), que foram 11.º à geral, triunfaram entre os T2, enquanto João Rato e Pedro Colaço (Land Rover Discovery), que terminaram em sétimo, foram os mais rápidos entre os T8. Já a vitória entre os concorrentes da Taça de Portugal de TT pertenceu a José Maia e Sérgio Cruz (Nissan).

 

 

 

 

CLASSIFICAÇÕES

PROVA

1.º João Ramos/Vítor Jesus (Toyota Hilux), 4h44m22s; 2.º, Alexandre Ré/Hugo Magalhães (VW Amarok), a 1’13”; 3.º, Pedro Dias da Silva/José Janela (Ford MO EXR05 Proto), a 17’23”; 4.º, André Amaral/Nelson Ramos (Ford Ranger), a 29’19”; 5.º, David Spranger/Paulo Fiuza (BMW 316 Proto), a 43’42”; 6.º, Edgar Condenso/Nuno Silva (Opel Mokka Proto), a 48’04”; 7.º, João Rato/Pedro Colaço (Land Rover Discovery), a 53’46” (1.º T8); 8.º, Rui Marques/Manuel Marques (Nissan Navara), a 57’36”; 9.º, Mário Duarte/Joaquim Serrão (Toyota RAV4), a 1’02,37”; 10.º, Filipe Nascimento/Paulo Torres (Mazda CX5 Proto), a 1.02’50”;

CAMPEONATO

1.º Alexandre Ré, 42 pontos; 2.º Pedro Dias da Silva, 31; 3.º João Ramos, 28; 4.º Nuno Matos, 27; 5.º André Amaral, 26; 6.º Tiago Reis, 18; 7.º João Rato, 18; 8.º Rui Marques, 14; 9.º Daniel Spranger, 12; 10.º Edgar Condenso, 10.

PRÓXIMA PROVA

Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal, de 24 a 26 de Maio, organizada pela Sociedade Artística Reguenguense

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação