João Ramos é o vencedor da Baja TT do Pinhal

Piloto da Toyota Hilux ganhou todos os Sectores Selectivos na prova da Escuderia Castelo Branco. Miguel Barbosa e Tiago Reis completaram o pódio, com João Ferreira a lograr o triunfo na categoria T2 José Mendes a T8.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Mais rápido no dia de ontem, João Ramos (Toyota Hilux) manteve o comando ao longo do dia de hoje e garantiu o triunfo (11.º da carreira), sendo o terceiro a fazê-lo noutras tantas provas, o que lhe permite manter-se na corrida pelo título. Para o vencedor, «foi uma prova muito dura, com um traçado “enrolado” como é típico desta zona, o que exige um excelente “road-book”, como sucedeu, pelo que é de dar os parabéns à organização»

Ausente na prova de abertura, Miguel Barbosa (Toyota Hilux) limitou-se a garantir o segundo lugar, sem correr riscos, uma vez que, no próximo fim-de-semana, em consequência do adiamento de uma semana da prova da Escuderia de Castelo Branco, o campeonato prossegue com a Baja TT Capital Vinhos de Portugal, da responsabilidade da Sociedade Artística Reguenguense, e arriscar um problema nesta prova podia comprometer o resultado das duas.

Já Miguel Barbosa considerava que «terminar em segundo permite somar pontos importantes para o campeonato, por como não fomos a Beja temos de fazer todas as provas, mas com a proximidade das provas era importante pontuar aqui».

Tiago Reis (Mitsubishi Racing Lancer), que chegou à Sertã, no comando do campeonato, completou o pódio e vai para a prova alentejana com nove pontos de avanço sobre Miguel Barbosa e 11 sobre João Ramos, pelo que o duelo entre os três promete ser emocionante.

Alexandre Ré (Cam Am Maverick X3), que terminou em quarto, venceu entre os T3, que começaram por ter no comando o belga Ghislain De Mevius (Yamaha Interceptor), enquanto nos T8, Michael Braun (Porsche Cayene Proto) dominou o dia de ontem, mas hoje José Mendes (Mitsubishi L200) assumiu o comando logo no primeiro controlo, depois do abandono do seu adversário e manteve-o até ao fim, enquanto entre os T2 assistiu-se a um duelo entre Georgino Pedroso (Isuzu D-Max) e João Ferreira (Nissan Pathfinder), que alternaram no comando do respectivo agrupamento.

FICHA DA PROVA

Prova – Baja TT do Pinhal

Data – 19/20 de Setembro

Organizador – Escuderia de Castelo Branco

Estrutura – 330,60 km divididos por duas etapas: Sertã – Sertã (128,45 km); Sertã – Sertã (202,15 km)

SS – 2 (1 + 1)

Extensão dos SS – 282,02 km (121,96 km + 160,06 km) regulamentados, 269,48 km (109,42 km + 160,06 km) percorridos

Percentagem dos SS – 85,30 % idealizada, 81,60 % concretizada

Inscritos – 31 (17 T1, 3 T2, 2 T3, 7 T8, 2 T0)

Participantes – 28 (16 T1, 3 T2, 2 T3, 4 T8, 3 T0)

Classificados – 20 (13 T1, 3 T2, 2 T3, 2 T8)

Absoluto – Miguel Barbosa, em CP1/SS1 (41,53 km); João Ramos de CP2/SS1 (74,68 km) a SS2 (269,48 km)

T1 – Miguel Barbosa, em CP1/SS1 (41,53 km); João Ramos de CP2/SS1 (74,68 km) a SS2 (269,48 km)

T2 – Georgino Pedroso, em CP1/SS1 (41,53 km); João Ferreira, de CP2/SS1 (74,38 km); Georgino Pedroso, de SS1 (109,42 km) a CP2/SS2 (185,03 km), João Ferreira, de CP3/SS2 (224,60 km) a SS2 (269,48 km)

T3 – Ghislain De Mevius, em CP1/SS1 (41,53 km); Alexandre Ré, de CP2/SS1 (74,68 km) a SS2 (269,48 km)

T8 – Michael Braun, de CP1/SS1 (41,63 km) SS1 (109,42 km); José Mendes, de CP1/SS2 (150,95 km) a SS2 (269,48 km)

Vencedores

Absoluto – João Ramos/Vítor Jesus (Toyota Hilux)

T1 – João Ramos/Vítor Jesus (Toyota Hilux)

T2 – João Ferreira/David Monteiro (Nissan Pathfinder)

T3 – Alexandre Ré/Pedro Ré (Can Am Maverick X3)

T8 – José Mendes/Jorge Baptista (Mitsubsihi L200)

Classificação

 

POS. EQUIPA CARRO TEMPO
1.º João Ramos/Vítor Jesus Toyota Hilux 3.42’22”
2.º Miguel Barbosa/Pedro Velosa Toyota Hilux a 2’13”
3.º Tiago Reis/Valter Cardoso Mitsubishi Racing Lancer a 7’54”
4.º Alexandre Ré/Pedro Ré Cam Am Maverick X3 a 9’39”
5.º Manuel Correia/Miguel Ramalho Mitsubishi HRX Ford a 10’33”
6.º Pedro Dias da Silva/José Janela Ford EXR05 Proto a 12’31”
7.º Henrique Silva/Rui Gomes Mini Paceman Proto a 13’27”
8.º Nuno Matos/Joel Lutas Fiat Fullback Proto a 14’22”
9.º Luiz Alcañiz/Victor Rodriguez Mini Contriman a 17’35”
10.º Ghislain De Mevius/Adelim Philippe Yamaha Interceptor a 18’18”

Classificação do Campeonato Nacional

1.º, Tiago Reis, 58 pontos; 2.º, Miguel Barbosa, 49; 3.º, João Ramos, 47; Manuel Correia, 33; 5.º, Nuno Matos, 32; 6.º, Alexandre Ré, 32; 7.º, Paulo Rui Ferreira, 21; 8.º, André Amaral, 20; 9.º, Nuno Madeira, 20; 10.º, Alejandro Martins, 18.

Próxima prova – Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal, de 25 a 27 de Setembro, organizada pela Sociedade Artística Reguenguense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: