João Monteiro em 5.º lugar a meio dos Sertões

Após cinco etapas concluídas, numa altura em que a caravana chegou a Xique-Xique, João Monteiro e Victor Melo ocupam a quinta posição na classificação geral da prova brasileira, o maior Rally da América do Sul.

(auto.look2010@gmail.com)

Seguro da sua condução desde o arranque da prova, o piloto português do Can-Am tem ultrapassado as dificuldades de uma prova onde nunca antes esteve e onde o próprio formato da mesma foi uma entrada em “território desconhecido” pois, «nunca antes fiz uma prova de navegação ao invés das marcações que temos nas nossas provas». «A isso tudo juntamos o facto de que todos os dias faço uma prova do nosso campeonato, ou mais, em termos de quilometragem e nestes primeiros dias andei mais que em todo o nosso campeonato», comentou o piloto da equipa de Gustavo Gugelmin.

Em dia de etapa maratona, que terminou em Petrolina, João Monteiro voltou a estar em plano de destaque ao subir ao quinto posto da geral após aquela que foi considerada como a etapa mais longa da prova sendo também a primeira vez em 29 edições que pilotos e máquinas enfrentaram um sector selectivo tão longo em areia (220 km).

«Foi um dia muito duro. Nunca tinha guiado tanto de forma consecutiva. Mas chegámos sem sobressaltos ao parque-fechado e preparámos o carro para a segunda parte da maratona. Foi duro mas muito positivo este dia, como aliás têm sido todos até ao momento», sublinhou o piloto português.

João Monteiro e o seu navegador, o brasileiro Victor Melo, estavam a escassos 15 minutos do comandante da geral, o brasileiro Rodrigo Varela, navegado pelo experiente alentejano Filipe Palmeiro, também aos comandos de um Can-Am.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *