João Monteiro apto para o desafio Monchique

Piloto navegado pelo jovem talentoso Gonçalo Assunção volta a “usar a arma” com que tem dominado as provas de terra para abordar a competição preparada pelo Clube Automóvel do Sul em pisos de assalto, a primeira na presente temporada.

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt) – Fotos: ZÉ MIGUEL

Líderes das 2 RM no Campeonato Sul de Ralis, João Monteiro e Gonçalo Assunção procuram, no Rali Vila de Monchique, alcançar a quarta vitória consecutiva. Uma “operação” que se antevê bastante difícil, não só pelo facto da prova desenhada pelo Clube Automóvel do Sul marcar a estreia em pisos de asfalto esta temporada, mas porque a dupla JParreira Racing utilizar a mesma viatura com que logrou os triunfos nos pavimentos de terra.

«Obviamente que estamos numa posição privilegiada na tabela classificativa, fruto das vitórias registadas no Rali de Loulé, Rali da Vila do Bispo e Rali de Alcoutim, mas o Rali Vila de Monchique afigura-se muito árduo. Não estamos a criar aqui uma “barreira” de desculpas, mas não é desconhecido para ninguém que o Toyota Corolla GTi 2.0 é uma viatura mais dotada para os pisos de terra», vincou João Monteiro.

O piloto natural de Ourique que adoptou Portimão para residir sublinhou que a equipa «foi forçada a efectivar uma “cirurgia” à viatura da marca nipónica para abordar a prova de Monchique, dado que o Renault Clio RS 2.0 para cumprir as provas em piso de asfalto ainda não está em conformidade com os objectivos traçados».

«Naturalmente que o Toyota Corolla GTi 2.0 foi preparado para o asfalto, embora reconhecemos que não é o seu “habitat” de eleição, além de termos de contabilizar com o poderio dos nossos adversários de circunstância. Apesar disso, vamos procurar, acima de tudo, delinear uma estratégia para devolver e agradecer a confiança dos nossos parceiros, procurando transportá-los o mais longe possível, sustentou João Monteiro que, mais uma vez, volta a ter no banco da direita o jovem talentoso Gonçalo Assunção.

O Rali Vila de Monchique vai para a estrada este sábado e domingo, com um percurso que totalizará 73,25 quilómetros cronometrados, com sete provas especiais de classificação. O primeiro dia fica marcado com a super-especial a desenvolver na vila de Monchique (2,21 km), pelas 21h30, seguindo-se, no segundo, com tripla passagem pelas especiais de Picota (12,85 km – 10h16, 11h07 e 12h49) e Serra de Monchique (10,83 km – 10h44, 12h26 e 13h17).

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação