João Fonseca vence Rampa Serra da Estrela

O piloto do Sporting Clube da Covilhã manteve a toada evidenciada durante todo o dia deste sábado e, este domingo, carimbou a vitória na prova organizada pelo CAMI Motorsport. Um resultado que lhe permite reforçar a liderança da competição.

(auto.look2010@gmail.com) – Fotos: ANTÓNIO SILVA (ZOOM MOTORSPORT)

A Rampa Serra da Estrela foi o palco da quarta jornada do Campeonato de Portugal de Montanha JC Group 2019 e da continuidade de João Fonseca como vencedor invicto esta época. O piloto do SilverCar EF10 ditou um ritmo que o permitiu averbar as melhores marcas nas três subidas oficiais ao exigente traçado de 5.240 metros, impondo-se em termos absolutos e na categoria Protótipos.

«Quatro vitórias em outras tantas corridas esta época é muito bom. E, em “casa”, é maravilhoso. Este público merecia esta vitória, trabalhámos muito para isso, tem sido uma emoção muito grande e tenho tido um grande apoio desde o início. O objectivo agora é arranjar mais orçamento e conseguir fazer mais provas para ser campeão», afirmou João Fonseca, que alcançou a sua segunda vitória na ronda beirã, repetindo o sucesso da edição de 2015, ano em que conquistou o título absoluto.

A maior oposição ao piloto da casa veio da parte de José Correia, que assegurou sempre as segundas melhores marcas, no seu Osella PA 2000 EVO2-PA.30. O pódio em termos absolutos e na categoria Protótipos ficou completo com o JUNO CN 09 de Hélder Silva.

Entre os Turismo 2 a vitória sorriu a Hugo Araújo, após dominar as duas subidas deste domingo com o seu Subaru Impreza. Ricardo Gomes, em Citroën DS3 R5, superiorizou-se nos Turismo 1 e Pedro Marques nos Turismo 4, com o seu SEAT Leon MK3.

A vitória no Campeonato de Portugal Clássicos de Montanha, divisão 5, foi entregue ao piloto do Renault 5 Turbo, Aníbal Rolo, com Fernando Salgueiro, em Ford Escort MKII, a vencer a divisão 6. Já Daniel Rolo, em Datsun 1200, foi o melhor na Taça de Portugal Clássicos de Montanha. A Taça de Portugal de Montanha teve em João Diogo Santos, em FIAT Punto Sport 85, o vencedor.

Para lá do cronómetro, a Rampa Serra da Estrela foi uma prova em que o público respondeu à chamada da melhor forma, dando um colorido especial ao percurso ao longo de todo o fim-de-semana, e contribuindo para um grande ambiente de festa, num evento que passou com distinção a todos os níveis:

«Uma organização é avaliada quando está à altura dos problemas que lhe surgem, e acho que, felizmente, o CAMI Motorsport esteve à altura. Resolvemos tudo de forma rápida e em segurança, que é isso que as pessoas esperam de nós. De salientar que nada disto seria possível sem o grande apoio e empenho do Município da Covilhã, e claro, da FPAK. Agora, até 2020, e esperemos que com novidades muito boas», referiu Nuno Loureiro, presidente do CAMI Motorsport.

Presente nesta celebração esteve também o vereador do desporto da Câmara Municipal da Covilhã, José Miguel Oliveira: «Para a cidade isto é uma festa. Quero agradecer ao CAMI e à Federação (FPAK) todo o apoio e empenho que mostraram nesta organização. Tivemos muito público, um tempo fantástico e acho que esta parceria, Federação, CAMI e Câmara Municipal, aqui na Serra da Estrela, foi um sucesso».

 

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação