João Fernandes é candidato a campeão nacional

Piloto de Coimbra apoiado por autolook.pt ganhou mais uma final na categoria X30 Master no Bombarral e está a um pequeno passo de alcançar o ceptro nacional.

(auto.look2010@gmail.com)

A categoria rainha do Karting nacional, a X30, voltou a ter uma jornada emotiva no Kartódromo Internacional da Região Oeste, no Bombarral, com João Fernandes a vencer a final entre os Master e, com isso, vai para a ronda decisiva na luta pelo título de campeão.

Com quase 30 pilotos em pista e vários deles com aspirações ao primeiro lugar da geral, as corridas da categoria X30 são, por norma, as mais disputadas do Campeonato de Portugal de Karting. Foi assim também no Bombarral, palco da quarta e penúltima jornada dupla da competição.

Para João Fernandes, esta era a prova de “casa” da sua equipa, a EKO/Birel ART Portugal, e o piloto de Coimbra voltou a estar muito competitivo e consistente, alcançando inclusive a segunda vitória em Finais da sua época na categoria X30 Master, repetindo o triunfo que já havia conseguindo na ronda anterior, em Baltar. Esse resultado no KIRO permitia-lhe passar para a frente do campeonato, mas o dia de domingo seria bem mais complicado para João Fernandes.

Com pneus usados, ainda conseguiu a “pole position” entre os Master no domingo, mas na manga de qualificação apostou em garantir o 2.º lugar da categoria e depois, na final, um toque sofrido logo na primeira curva danificou a direção do seu kart e não deixou João Fernandes ir além de novo 2.º lugar. Com estes resultados, aproximou-se do topo do campeonato e vai discutir o título na última jornada, em Braga.

«Podemos dizer que foi um fim-de-semana agridoce. No sábado estivemos competitivos e a vitória na Final foi arrancada a ferros, parecia que a corrida nunca mais acabava! Foi um resultado importante para o nosso campeonato, que até passávamos a liderar no final do dia. Contudo, no domingo fomos prejudicados por fatores que não conseguimos controlar, principalmente aquele toque que sofri logo após o arranque e que entortou a direção», começou por referir João Fernandes.

«O kart só andava a direito com o volante a 90 graus, por isso dá para imaginar a dificuldade de fazer toda a corrida naquelas condições. Ainda assim, era importante assegurar o 2.º lugar, porque é nestes momentos mais difíceis que se ganham ou perdem campeonatos. Continuamos muito consistentes e vamos para Braga para atacar», sublinhou o piloto conimbricense apoiado por autolook.pt.

«Felizmente fiquei a conhecer a pista na prova da Rotax que fiz lá recentemente e onde obtivemos excelentes resultados. Vamos para a decisão do título com a máxima motivação. E conto com o apoio do meu mecânico Nuno Maia que, mais uma vez, nesta prova no Bombarral, proporcionou-me o melhor kart da grelha», concluiu o piloto da EKO – Birel ART Portugal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *