Joana Gonçalves: “Top10″ nas Olimpíadas de Enduro

Os International Six Days Enduro teve no Autódromo Internacional do Algarve, nos arredores de Portimão, a “fortaleza” onde “moraram” os ases das duas rodas da disciplina, em que a portuguesa conduziu a Husqvarna FE250 da formação Jetmar a um lugar de destaque.

(auto.look2010@gmail.com) – Fotos: MARK KARIYA|EVO-PRESS

A 94.ª edição dos International Six Days Enduro (ISDE), que decorreu em Portimão e a mais antiga prova sob a égide da FIM, realizou-se pela terceira vez em solo português e contou com um total de 37 pilotos portugueses inscritos. Destaque para Joana Gonçalves, que aos comandos de uma Husqvarna FE250 da formação Jetmar, representou o nosso país na categoria de Senhoras.

Durante seis longos dias de competição, pilotos e máquinas foram colocados à prova em mais de 1 500 km por serras algarvias, com a edição de 2019 a ter como centro nevrálgico o “imponente” Autódromo Internacional do Algarve.

Joana Gonçalves demonstrou uma vez mais todo o seu potencial e colocou a bandeira de Portugal entre as melhores do Mundo. A actual bicampeã nacional de Enduro foi “crescendo” gradualmente na classificação individual e, apesar de um percalço onde perdeu bastante tempo no quarto dia, viria a garantir um brilhante 10,º lugar final.

De destacar o 4.º lugar no derradeiro dia de competição, onde a portuguesa brindou o muito público presente com uma “lição” de condução, num traçado misto de terra com alcatrão.

No cômputo geral e com o contributo fundamental por parte de Joana Gonçalves no trio luso, Portugal garantiu a 6.ª posição entre as selecções femininas.

«Podemos fazer um balanço francamente positivo destes seis dias. Tive um bom andamento ao longo de toda a competição, lutei sempre pelos lugares cimeiros em algumas especiais, o que para mim é muito importante. Este mérito é meu pois evolui bastante este ano, mas também de toda a equipa. Demonstramos muito profissionalismo, temos uma equipa bastante capaz e que me proporcionaram todas as condições não só aqui, mas também ao longo de toda a temporada. Aproveito para agradecer à FMP pela oportunidade de uma vez mais representar Portugal, agradecer a todos os patrocinadores, família e amigos, mas quero aqui deixar uma palavra importante ao Francisco Pita e à Jetmar, por acreditarem em mim. Obrigado», concluiu Joana Gonçalves.

Após a conquista do bicampeonato nacional de Enduro, o 5.º lugar no Mundial e este resultado histórico nos International Six Days Enduro, Joana Gonçalves irá contar com as merecidas férias, regressando em breve para preparar da melhor forma a temporada de 2020. A formação Jetmar/Husqvarna Portugal agradece a todo o staff, patrocinadores e parceiros por esta temporada que agora termina.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação