Jaguar com Fórmula E para manter o domínio

À semelhança da primeira sessão de treinos livres, a segunda para o E-Prix do Mónaco, voltou a ditar o domínio da Jaguar. No entanto, a qualificação promete grandes emoções, com António Félix da Costa muito perto.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

A Jaguar parece dar-se bem com os ares de Mónaco, com os seus pilotos a voltarem a ocupar as duas primeiras posições mas, desta vez, com o neo-zelandês Mitch Evans (Jaguar) a bater o inglês Sam Bird (Jagaur), tendo o português António Félix da Costa (DS) registado o terceiro tempo.

Sem surpresa, a pista revelou-se mais rápida, os tempos foram descendo e é de admitir que, na qualificação, cheguem ao segundo 30, com os participantes da quarta série a terem condições para entrar na “Super Pole”, algo que deverá ser difícil para aqueles que alinham na primeira.

Para já os DS mostram-se competitivos, com o francês Jean-Eric Vergne a fechar o lote dos 10 mais rápidos, formando com a Jaguar e a Porsche o lote de equipas que colocou os dois carros no “top ten”, enquanto a Mercedes parece estar a ter dificuldades em encontrar a afinação ideal para o traçado desenhado nas ruas de Monte Carlo.

Melhores tempos do treino – Mitch Evans (Jaguar), 1’31,118”; Sam Bird (Jaguar), 1’31303”; António Félix da Costa (DS), 1’31,359”; André Lotterer (Porsche), 1’31,471”; Oliver Rowland (Nissan), 1’31,554”; Robin Frijns (Virgin), 1’31,571”; Edoardo Mortara (Venturi), 1’31,584”; Nyck De Vries (Mercedes), 1’31,626”; Pascal Wehrlein (Porsche), 1’31,723; Jean-Eric Vergne (DS), 1’31,758”. Treinaram mais 14 pilotos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *