Jack Miller “voou” na segunda sessão de treino

Miguel Oliveira fez a sua melhor volta na segunda sessão, à tarde, para o GP de Aragão, rodando em 1.48,623 minutos, terminando o dia a 1,010 segundos do mais rápido, o australiano Jack Miller (Ducati).

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Marc Marquez (Honda)

Mais rápido na primeira sessão de treinos livres, no traçado de Aragon, o espanhol Marc Marquez (Honda) caiu para oitavo no conjunto das duas sessões, depois de ter sido o único dos pilotos de MotoGP que não melhorou o tempo na segunda sessão.

Acabou por ser o australiano Jack Miller (Ducati) a ficar com o melhor tempo do dia à frente do espanhol Aleix Espargaro (Aprilia) e do inglês Cal Crutchlow (Yamaha), que volta a render o espanhol Maverick Viñales aos comandos da moto da marca dos três diapasões.

O português Miguel Oliveira (KTM) voltou a ser o mais lento dos pilotos da marca austríaca, com o 18.º tempo, mas ficou à frente do italiano Valentino Rossi (Yamaha) e dos espanhóis Maverick Vinãles (Aprilia), que faz a estreia ao comando da moto do construtor italiano, e Joan Mir (Suzuki), o campeão em título, o que quer dizer que está em boa companhia.

Miguel Oliveira (KTM)

O piloto português até melhorou 1,3 segundos da sessão da manhã para a da tarde, mas, à exceção do espanhol Marc Márquez (Honda), todos os outros também melhoraram: «Foi um dia mais positivo do que aquilo que a classificação mostra. Optámos por uma estratégia diferente. Em vez de voltas rápidas montámos um pneu macio atrás e vimos que não deverá ser uma opção para nós devido às temperaturas. Depois mudámos para os pneus mais duros e estivemos melhores», explicou o piloto de Almada.

Miguel Oliveira considera que, apesar do registo de hoje, pode ser competitivo: «Amanhã (sábado) temos de ser mais rápidos para entrar na Q2 (segunda fase da qualificação), mas ainda há muita margem de progressão», disse o piloto luso, na conferência de imprensa após a sessão.

Jack Miller (Ducati)

Miguel Oliveira continua com limitações no pulso direito, mas sabe que será «uma questão de tempo» até recuperar totalmente O pulso «ainda dói, mas um pouco menos do que em Silverstone e também sei que será uma questão de mais algumas semanas, embora aqui temos menos curvas, o que ajuda», frisou.

Hoje, o piloto da KTM experimentou um novo quadro (chassis) na sua moto, «com pequenas alterações», mas ainda não é seguro que o vá utilizar na corrida.

Em Moto2, o espanhol Jorge Navarro (Boscoscuro) foi o mais rápido na sessão inaugural, mas a não melhorar o tempo e a cair para nono. O australiano Remy Gardner (Kalex) a ficar com o melhor tempo do dia à frente dos espanhóis Augusto Fernandez (Kalex) e Raul Fernandez (Kalex).

O mesmo sucedeu em Moto3, com o argentino Gabriel Rodrigo (Honda), mais rápido de manhã a descer para 16.º à tarde, altura em que, de forma surpreendente, o turco Deniz Oncu (KTM) ascendeu ao topo da tabela de tempos, superando o espanhol Izan Guevara (GasGas) e o sul-africano Darryn Binder (HONDA)

Melhores tempos dos treinos

MotoGP – Jack Miller (Ducati), 1’47,713”; Aleix Espargaro (Aprilia), 1’47,886”; Cal Cruthlow (Yamaha), 1’47,897”; Johann Zarco (Ducati), 1’47,988”; Jorge Martin (Ducati), 1’48,023”; Francesco Bagnaia (Ducati), 1’48,032”; Fábio Quartararo (Yamaha), 1’48,034; Marc Marquez (Honda), 1’48,048”; Takaaki Nakagami (Honda), 1’48,057”; Enea Bastianini (Ducati), 1’48,086; …; Miguel Oliveira (Honda), 1’48,623. Treinaram mais quatro pilotos

Moto2 – Remy Gardner (Kalex), 1’52,743”; Augusto Fernandez, (Kalex), 1’52,750”; Raul Fernandez, (Kalex), 1’52,845”; Fabio Di Giannantonio, (Kalex), 1’52,971”; Sam Lowes (Kalex), 1’52,971”; Albert Arenas (Boscoscuro), 1’53,023”; Marco Bezzecchi (Kalex), 1’53,026”; Nicolò Bulega (Kalex), 1’53,043”; Jorge Navarro (Boscoscuro), 1’53,100”; Fermin Aldeguer (Boscoscuro), 1’53,201”. Treinaram mais 22 pilotos

Moto3 – Deniz Oncu (KTM), 1’58,929”; Izan Guevara (GasGas), 1’58,974”; Darryn Binder (Honda), 1’59,005”; Sérgio Garcia (GasGas), 1’59,010”; Jaume Masia (KTM), 1’59,033”; Gabriel Rodrigo (Honda), 1’59,131”; Filip Salac (KTM), 1’59,156”; Niccolò Antonelli (KTM); 1’59,218”; Romano Fenati (Husqvarna), 1’59,235”; Lorenzo Fellon (Honda), 1’49,317”. Treinaram mais 18 pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *