Jack Miller o mais rápido na terceira sessão

Jack Miller (Ducati) foi o mais rápido dos cinco pilotos do construtor italiano que ocuparam as cinco primeiras posições na terceira sessão de treinos livres de MotoGP.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

O australiano, que foi o único a chegar ao segundo “46”, bateu os italianos Francesco Bagnaia (Ducati), Marco Bezzecchi (Ducati) e Enea Bastianini (Ducati) e o espanhol Jorge Martin (Ducati), que cabem em menos de um décimo de segundo, o que diz bem da superioridade da marca italiana no traçado aragonês.

Surpresa o facto da KTM ter colocado os seus dois pilotos, o sul-africano Brad Binder (KTM) e o português Miguel Oliveira (KTM), nos lugares seguintes voltando a vê-los entrar de forma directa na Q2, o que garante ao português um lugar numa das quatro primeiras linhas da grelha.

O francês Fabio Quartararo (Yamaha), o japonês Takaaki Nakagami (Honda) e o espanhol Alex Rins (Suzuki) completaram o lote de pilotos com entrada directa na Q2, com o seu compatriota Marc Marquez (Honda), que está de regresso às pistas, a registar o 12.º tempo.

A sessão de Moto2 foi dominada pelos pilotos espanhóis que ocuparam as quatro primeiras posições, com Alonso Lopez (Boscoscuro) a registar o melhor tempo, numa confirmação da evolução que os últimos resultados vinham revelando.

Augusto Fernandez (Kalex), Aron Canet (Kalex) e Pedro Acosta (Kalex) confirmaram a superioridade dos pilotos da casa, com os dois primeiros a ficarem separados por 0,002”

Ao contrário do que é habitual nas sessões de Moto3, apenas os cinco primeiros ficaram separados por menos de um segundo, com o turco Deniz Oncu (KTM) a registar o melhor tempo, à frente dos espanhóis Izan Guevera (GasGas) e Daniel Holgado (KTM), com Sergio Garcia (GasGas), que discute o título com Izan Guevara (GasGas) a não ir além do 10.º lugar.

TEMPOS DOS TREINOS

MOTOGP – Jack Miller (Ducati), 1’46,992”; Francesco Bagnaia (Ducati), 1’47,022”; Marco Bezzecchi (Ducati), 1’47,048”; Enea Bastianini (Ducati), 1’47,057”; Jorge Martin (Ducati), 1’47,082”; Brad Binder (KTM), 1’47,167”; Miguel Oliveira (KTM), 1’47,244”; Fabio Quartararo (Yamaha), 1’47,258”; Takkaki Nakagami (Honda), 1’47,266”; Alex Rins (Suzuki), 1’47,272”. Treinaram mais 14 pilotos.

MOTO2 – Alonso Lopez (Boscoscuro), 1’52,180”; Augusto Fernandez (Kalex), 1’52,267”; Aron Canet (Kalex), 1’52,269”; Pedro Acosta (Kalex), 1’52,276”; Tony Arbolino (Kalex), 1’52,413”; Jake Dixon (Kalex), 1’52,427”; Fermin Aldeguer (Boscoscuro), 1’52,464”; Joe Roberts (Kalex), 1’52,527”; Jorge Navarro (Kalex), 1’52,640”; Albert Arenas (Kalex), 1’52,680”. Treinaram mais 20 pilotos.

MOTO3 – Deniz Oncu (KTM), 1’57,265”; Izan Guevara (GasGas), 1’57,612”; Daniel Holgado (KTM), 1’57,829”; Ayumu Sasaki (Husqvarna), 1’58,037”; Xavier Artigas (CFMoto), 1’58,240”; Dennis Foggia (Honda), 1’58,292”; Diogo Moreira (KTM), 1’58,308”; John McPhee (Husqvarna), 1’58,451”; Jaume Masia (KTM); 1’58,452”; Sergio Garcia (GasGas), 1’58,460”. Treinaram mais 22 pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.