IVECO presta homenagem ao papel da Mulher

A IVECO aliou-se à Ogilvy e à Freeda para contar as histórias de três mulheres imparáveis no seu quotidiano no mundo dos transportes.

(auto.look2010@gmail.com)

Mulheres a trabalhar, nas suas vidas diárias. Mulheres imparáveis que trabalham no negócio da camionagem com paixão e determinação, derrubando, a cada dia, estereótipos de género e originando mudanças para as gerações mais jovens. Este é o tema central do documentário em vídeo que, neste “Dia Internacional da Mulher”, a IVECO dedica a todas as mulheres que trabalham no mundo dos transportes, destacando o seu papel e dando voz à sua experiência em primeira mão.

Para o efeito, a IVECO juntou-se à agência global de comunicação Ogilvy e à produtora de conteúdos multimédia Freeda para narrar as histórias de três mulheres imparáveis, que construíram carreiras nesta indústria historicamente dominada por homens.

Neste documentário, as três mulheres – oriundas de diferentes países e diferentes contextos sociais, mas tendo em comum a sua paixão pelos camiões – partilham os seus sonhos, falam dos obstáculos e dos preconceitos que enfrentaram e contam a história de como lutaram, com coragem e determinação, pelo reconhecimento profissional que merecem na sua actividade de eleição.

Judith Ehrmann

O primeiro testemunho é de Judith Ehrmann, uma experiente mecânica de camiões de competição do Team Schwabentruck, que disputa o Campeonato da Europa FIA de Camiões. Ela é responsável pela preparação do camião da piloto Steffi Halm e pela condução do camião de assistência IVECO S-Way, da equipa. Uma paixão que Judith Ehrmann descobriu ainda jovem, no negócio de família.

«Os meus pais têm uma pequena, muito familiar, empresa de autocarros. Havia sempre muito movimento, andava sempre suja, e era divertido ver os rapazes a trabalhar. Foi assim que percebi que queria ser mecânica, foi assim que comecei», explicou Judith Ehrmann.

Lorella Della Torre

O segundo testemunho é de Lorella Della Torre, que construiu uma carreira como gerente de Vendas num Concessionário IVECO em Itália. Ao longo de uma carreira de 30 anos, em que desempenhou diversas funções no âmbito da sua organização, conquistou o respeito dos seus colegas e clientes. Não foi uma escolha fácil.

«Nos anos 80, quando comecei a trabalhar nas vendas, a função de vendedora não existia, pelo que eu criei essa função. Entrei num ambiente totalmente masculino, onde não havia qualquer espaço para mim. Tive que lutar e conquistar o meu percurso dentro da empresa», sublinhou Lorella Della Torre.

Oti Cabadas

O terceiro depoimento é de Oti Cabadas, profissional que enfrentou os tradicionais preconceitos para se tornar numa experiente condutora de camiões. Passou anos atrás do volante de veículos pesados, tendo agora tido a oportunidade de conduzir um IVECO S-WAY em missões de longo curso. A vida na estrada é difícil, mas Oti Cabadas adora fazê-lo: «As pessoas vêem um camião como apenas mais um veículo, mas para nós é a nossa casa. Neste trabalho há que fazer muitos sacrifícios, mas acho a experiência gratificante e tenho muito prazer nisso. Nunca deixaria de fazer o que faço, por mais duro que seja».

De acordo com Luca Sra, director de Operações da IVECO Truck Business Unit, «na IVECO, sentimos orgulho em destacar o papel das mulheres na nossa indústria, que continua a ser muito subestimado». «Queremos homenagear o seu contributo e a sua determinação em obter sucesso na sua profissão de eleição. Estas três mulheres partilham uma paixão profunda pela sua carreira, o que as levou a romper com os estereótipos e construir uma para si mesmas, abrindo caminho para futuras gerações de mulheres. Esperamos que este projecto inspire as jovens mulheres do amanhã a seguir sua paixão, onde quer que as leve», acrescentou o responsável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *