Inscrições a esgotar para o Portugal de Lés-a-Lés

Com data limite a 15 de Setembro, os registos de participação estão quase esgotados para o 5.º Portugal Lés-a-Lés, a desenvolver de 2 a 5 de Outubro, entre Vila Pouca de Aguiar e Praia de Faro, com paragem de etapa na Pampilhosa da Serra e Coruche.

(auto.look2010@gmail.com)

Mantendo a tradição do Portugal de Lés-a-Lés, na sua vertente mais antiga, em estrada, como na de Off-Road que cumpre a 5.ª edição em 2019, a grande adesão verificada promete esgotar o limite de 300 inscrições para a aventura em todo-o-terreno que, de 2 a 5 de Outubro, vai ligar Vila Pouca de Aguiar à Praia de Faro, com paragens em Pampilhosa da Serra e Coruche.

Desafio intenso para os adeptos da condução fora de estrada, com pelotão sempre muito heterogéneo e que, este ano, contará com nome mítico dos maiores rali-raides e bajas mundiais de todos os tempos.

Nem mais nem menos que a novíssima Yamaha Ténéré 700, modelo que, segundo Luís Figueiredo, «é perfeitamente enquadrada no misto de passeio e aventura que é o Portugal de Lés-a-Lés Off-Road, onde pode demonstrar enorme potencial e cumprir objectivos de fiabilidade, eficácia e facilidade de condução que estiveram no caderno de encargos dos técnicos da Yamaha».

O director de Marketing da Yamaha Motor Portugal conta com «presença de mais de 40 modelos Ténéré além, naturalmente, de outros modelos da marca que costuma marcar presença neste evento, como a XTZ 1200 Super Ténéré, e as mais diversas XT, desde as consagradas XT 350 e XT600, à mais recente XTZ 660 Ténéré, passando por muitas WR250 e 450».

Presença notória em lista onde a heterogeneidade marca pontos, não só em termos de marcas ou cilindradas, das maxi trails às mais ligeiras enduristas e até algumas scooters, como na idade ou no sexo, com cada vez mais mulheres entre os inscritos da grande aventura da travessia do mapa continental organizada pela Federação de Motociclismo de Portugal (FMP).

Maratona mototurística que começa em Vila Pouca de Aguiar cumprindo a primeira tirada, no dia 3 de Outubro, até Pampilhosa da Serra, com alguns pontos de interesse, da travessia das terras mineiras de Jales, a passagem pela antiga Linha do Corgo, junto a Vila Real e agora desactivada, a travessia do Douro pela Régua e região vinhateira ou a visita à Serra da Estrela.

Pouco mais de 300 quilómetros em percurso maioritariamente de perfil adaptado a condutores com o mais diverso nível de experiência e onde as (poucas) dificuldades servirão para elevar valores de diversão, solidariedade e convívio.

Quanto às inscrições, abertas até 15 de Setembro e, recorde-se, limitadas a 300 participantes, têm valor idêntico a anos anteriores, de 275 euros, com oferta do Cartão de Motociclista da FMP, e podem ser efectuadas em http://www.les-a-les.com/registration/index ou presencialmente nas instalações da FMP.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação