Iker Lecuona criticou desempenho das KTM

De saída da KTM, o piloto espanhol Iker Lecuona deixou críticas ao desempenho das motos austríacas e deu como exemplo Miguel Oliveira: “Não dá para acreditar que o Miguel Oliveira ganhava corridas e agora fica a 40 segundos do primeiro”…

(auto.look2010@gmail.com)

«Temos uma moto que à mínima alteração das condições, seja temperatura, piso, fica completamente diferente. Assim é difícil trabalhar, a moto é irregular. Não consigo crer que o Miguel Oliveira ganhava corridas e agora fica a 40 segundos do primeiro classificado… É uma moto que não conseguimos entender», disse o espanhol, em conferência de imprensa.

Recorde-se que um toque de Iker Lecunoa na moto do português danificou uma das asas laterais e impediu o piloto de Almada de ir além do 20.º lugar no Grande Prémio de São Marino de MotoGP, no domingo.

Segundo explicou o piloto de Almada na conferência de imprensa após uma corrida «bastante desapontante», a moto ficou bastante mais difícil de pilotar nesta 14.ª ronda da temporada do Campeonato do Mundo de velocidade em motociclismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *