Iannone suspenso por 18 meses por doping

A suspensão deixará o piloto da Aprilia fora das competições até Junho de 2021.

(auto.look2010@gmail.com)

O piloto italiano de MotoGP Andrea Iannone foi hoje suspenso por 18 meses pela comissão disciplinar da Federação Internacional de Motociclismo (FIM), depois de ter acusado positivo num controlo anti-doping em competição, em Novembro de 2019, na Malásia.

«Andrea Iannone testou positivo para o metabólito drostanolona, uma substância proibida pela Agência Mundial Antidopagem (AMA), na categoria de esteroides anabolizantes androgénicos», refere a FIM, indicando que a análise positiva aconteceu no último Grande Prémio da Malásia, em Sepang.

A suspensão deixará o piloto da Aprilia fora das competições até Junho de 2021, tendo em conta que o castigo começa a contar a partir da data provisória, em 17 de Dezembro do último ano, com Andrea Iannone a ser desqualificado em Sepang e Valência, este o 19.º e último Grande Prémio de 2019.

A equipa de Andrea Iannone reagiu à suspensão, sublinhando a satisfação pelo facto de a FIM ter reconhecido a ausência de dolo da parte do piloto, pese embora o castigo.

«Numa primeira análise vimos a sentença com a satisfação de se reconhecer a ausência de dolo e a acidentalidade na toma dos esteroides», refere a Aprilia, acrescentando que existe a admissão da tese de uma contaminação alimentar. Um cenário que abre caminho «a novas possibilidades de recurso para Andrea Iannone», refere a marca italiana.

«Dentro do respeito pelos valores desportivos, que sempre inspiraram a sua actividade e não contemplam, em momento algum, práticas proibidas pelos regulamentos, a equipa Aprilia Racing sempre defendeu a inocência do seu piloto e irá fazê-lo com maior empenho no recurso desta decisão junto do Tribunal Arbitral do Desporto (TAS)», assegura a Aprilia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: