Hyundai promove estratégia hidrogénio na China

A primeira unidade fabril fuel cell da Hyundai vai ser construída em Guangzhou, na China. A construção terá início no próximo mês e a conclusão está prevista para o segundo semestre de 2022. A fábrica irá produzir, numa primeira fase, 6.500 sistemas fuel cell por ano e visa aumentar gradualmente a capacidade, de acordo com a procura do mercado.

(auto.look2010@gmail.com)

O Hyundai Motor Group (HMG) anunciou a assinatura de um contrato de investimento com o governo da província de Guangdong para a construção de uma fábrica de produção de sistema fuel cell em Guangzhou, na China. O investimento representa mais um avanço na liderança global do Hyundai Motor Group no que diz respeito ao hidrogénio e apoia a sua entrada no rápido desenvolvimento da indústria do hidrogénio na China.

Entre os presentes na cerimónia de assinatura, destacam-se Kwang Guk Lee, presidente e director de Operações do Hyundai Motor Group na China, Hyuk Joon Lee, vice-presidente e director de Assuntos Governamentais do Hyundai Motor Group China Ltd., Lin Keqing, vice-governador executivo da Província de Guangdong, Hu Hong, vice-presidente do Governo Municipal de Guangzhou e Chen Yong, chefe de Distrito de Huangpu do Governo Municipal de Guangzhou.

O arranque da construção está previsto para o próximo mês, com previsão de conclusão no segundo semestre de 2022. Esta fábrica será a primeira base de produção de sistemas fuel cell do Hyundai Motor Group fora da Coreia do Sul, com capacidade inicial para produzir 6.500 unidades de sistemas fuel cell por ano.

Gradualmente, o HMG aumentará a capacidade, de acordo com a procura do mercado. O rápido crescimento da indústria de sistemas fuel cell na China. A nova fábrica de Guangzhou vai impulsionar a vasta experiência do Hyundai Motor Group na produção de sistemas fuel cell para garantir uma posição de liderança tecnológica na indústria de hidrogénio chinesa, que se encontra em rápido desenvolvimento.

Na nova fábrica, o HMG irá fabricar os sistemas fuel cell utilizados no Hyundai NEXO, o SUV movido exclusivamente a hidrogénio da Hyundai Motor. O Hyundai Motor Group vai colaborar com empresas chinesas, para participar em projectos-piloto relacionados com o hidrogénio, impulsionados pelo governo de Guangdong, que vão garantir à Hyundai uma vantagem competitiva na indústria chinesa de hidrogénio.

Empresas internacionais do Japão, Alemanha, Reino Unido, entre outros países, também têm trabalhado com parceiros chineses no âmbito do desenvolvimento de tecnologia relacionada com veículos fuel cell e na promoção da indústria local de hidrogénio.

Em Outubro de 2020, a Sociedade Chinesa de Engenheiros do Sector Automóvel divulgou um “roadmap” de tecnologia, sob a orientação do Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação. Este “roadmap” reflecte a ambição que a China tem em acolher uma economia a hidrogénio, dando nota que o país pretende ter um milhão de veículos fuel cell nas estradas até 2035, focando-se, sobretudo, em automóveis comerciais.

A ESTRATÉGIA DE HIDROGÉNIO DO HYUNDAI MOTOR GROUP

Em Dezembro de 2018, o Hyundai Motor Group anunciou o plano de longo prazo, intitulado “Fuel Cell Vision 2030”, para reafirmar o compromisso da marca em impulsionar o desenvolvimento de uma sociedade movida a hidrogénio, tirando partido da sua liderança global na tecnologia fuel cell.

De acordo com o plano, o Hyundai Motor Group pretende produzir, por ano, 700 mil sistemas fuel cell para corresponder à procura de vários sectores da indústria. O HMG tem décadas de experiência no desenvolvimento de sistemas fuel cell, tendo apresentado o primeiro veículo fuel cell produzido em massa, o ix35, em 2013, seguido pela segunda geração do NEXO, em 2018.

O HMG entregou também as sete primeiras unidades de camiões fuel cell XCIENT, o primeiro camião para serviços pesados movido a hidrogénio do mundo a ser produzido em massa, para clientes da Suíça, no final de 2020.

Integrada no compromisso do Hyundai Motor Group para promover uma sociedade livre de emissões, a Hyundai lançou recentemente a HTWO, uma nova marca que irá representar o seu sistema fuel cell líder mundial. O HMG reforçou ainda as suas capacidades de pesquisa e desenvolvimento, bem como parcerias com diversas indústrias para liderar o desenvolvimento de uma economia a hidrogénio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *