Hyundai e Uber: parceiros de ridesharing aéreo

Hyundai é a primeira parceira da Uber Elevate com capacidade de produzir em massa Uber Air Taxis; UAM (Urban Air Mobility) da Hyundai vai vitalizar as cidades ao disponibilizar mobilidade urbana aérea “on-demand” com a Rede Uber Elevate.

(auto.look2010@gmail.com)

Hyundai e Uber anunciam a nova parceria para desenvolver Uber Air Taxis, que vão integrar no futuro uma rede de ridesharing aéreo, e revelam um novo concept de aeronave à escala real no CES 2020. A Hyundai é a primeira marca automóvel a aderir à iniciativa Uber Elevate, trazendo capacidade de produção de um gigante automóvel e um histórico recorde de produção de viaturas eléctricas. O concept que a Hyundai divulgou no CES foi concebido em parte através do processo de design aberto da Uber, uma abordagem inspirada na NASA, que impulsiona a inovação no lançamento público dos concepts, para que qualquer empresa possa utilizá-los para inovar os seus modelos de táxi aéreo e tecnologias de engenharia.

Nesta parceria, a Hyundai produzirá e implantará os veículos aéreos e a Uber irá fornecer os serviços de suporte aéreo, as conexões para o transporte terrestre e as interfaces com clientes, através de ride share. Ambas as partes estão a colaborar nos conceitos das infra-estruturas, de forma a apoiar a descolagem e aterragem desta nova classe de viaturas.

«A nossa visão relativamente à mobilidade aérea vai transformar o significado dos transportes urbanos», afirmou Jaiwon Shin, vice-presidente executivo e director do Departamento de Mobilidade Aérea Urbana (UAM) da Hyundai.

«Esperamos que a UAM vitalize as comunidades urbanas e disponibilize mais tempo de qualidade às pessoas. Estamos confiantes de que a Uber Elevate é o parceiro ideal para disponibilizar este produto inovador ao maior número de clientes, muito brevemente».

«A Hyundai é a nossa primeira parceira automóvel com experiência na produção de viaturas de passageiros à escala mundial. Acreditamos que a Hyundai tem o potencial para produzir os veículos Uber Air com valores nunca vistos na actual indústria aeroespacial, produzindo aeronaves de elevada qualidade, fiáveis e em grandes volumes para baixar o custo por viagem para os passageiros. Combinando a força de produção da Hyundai com a tecnologia da plataforma da Uber representa um passo gigante para o lançamento de uma vibrante rede de táxi aérea nos próximos anos», afirmou Eric Allison, director da Uber Elevate.

Em antecipação a este anúncio, a Hyundai colaborou com a Uber para desenvolver o modelo PAV (Veículo Aéreo Individualizado), S-A1, que utiliza processos de design inovadores para optimizar a descolagem e aterragem vertical elétrica (eVTOL) para o propósito de ridesharing aéreo. A iniciativa Elevate baseia o seu processo na abordagem histórica da NASA de apresentar publicamente os seus concepts de design para inspirar a inovação entre múltiplas empresas, fomentando o desenvolvimento de modelos de investigação comuns para chegar a novos conceitos de aerodinâmica e catalisar o progresso da indústria no desgin das assas, ruído, aerodinâmica e simulação de verificação.

Como resultado, o modelo S-A1 da Hyundai revelado no CES reflecte os designs anteriores eVTOL que a Uber Elevate relevou da seguinte forma: foi concebido para atingir uma velocidade cruzeiro de 290km/hr, e altitude cruzeiro de cerca de 1.000 a 2.000 pés acima do nível do mar, e realizar viagens até 100 km. Será 100% eléctrico, utilizado propulsão eléctrica distribuída e durante as horas de maior tráfego levará cerca de 5 a 7 minutos a recarregar. A aeronave eléctrica da Hyundai utiliza propulsão eléctrica distribuída, alimentando múltiplos rotores e hélices para maior segurança ao diminuir possibilidade de falha. O facto de ter vários rotores também reduz o ruído que advém de rotores maiores com motor de combustão, o que é muito importante para as cidades. O modelo foi concebido para descolar verticalmente, transitar para suporte por asas em cruzeiro, e depois voltar novamente ao voo vertical para aterrar. Inicialmente o veículo terá que ser conduzido, mas posteriormente deverá tornar-se autónomo. A cabine foi concebida para quatro lugares de passageiros, permitindo-lhes embarcar e desembarcar facilmente e com mais espaço para os passageiros e respectivos pertences.

Apoiante desta nova era de mobilidade, a exploração da Hyundai por novas formas de transporte urbano incorpora o concept PAV elétrico com o novo concept, Purpose Built Vehicle (PBV). A visão da Hyundai para criar comunidades de sistemas de circulação futuros ganha enfoque com mais um novo concept de infra-estrutura, chamado Hub. Quando vários PBVs e PAVs estão atracados e conectados a um Hub, estes criam um novo espaço público onde diversos grupos de pessoas se juntam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: