Hugo Basaúla “voou” mais alto no calor ribatejano

As noites quentes do Supercross estão de volta. No primeiro duelo de uma nova época do Campeonato Nacional, coube ao traçado de Paços dos Negros em pleno coração do Ribatejo receber pela 12.ª vez pilotos e equipas que participam na série neste ano de 2019.

(auto.look2010@gmail.com)

Hugo Basaúla

Numa noite quente e com forte adesão popular, que mais uma vez não negou o conhecido apoio ribatejano á modalidade, foi Hugo Basaúla quem se colocou no degrau mais alto do pódio após duas excelentes finais Elite, com destaque para a segunda corrida onde o campeão nacional em título teve que se empenhar para bater Diogo Graça.

O resultado começou a desenhar-se logo aquando da realização da “Super Pole” por força da maior rapidez assinada por aqueles que seriam depois os protagonistas de ambas as corridas que decidiram a classificação Elite. Hugo Basaúla foi aí o mais rápido batendo Diogo Graça e Sandro Peixe. Estava dado o mote para uma grande noite de Supercross que certamente irá ficar na memória de todos aqueles que estiveram em Paço dos Negros.

Diogo Graça

Na primeira final Elite, Hugo Basaúla arrancou na frente e rapidamente ganhou vantagem face á concorrência inicialmente liderada por Sandro Peixe face a Diogo Graça. Ambos foram vitimas de queda na mesma curva e mesmo depois de Sandro Peixe ter sido o mais rápido a retomar a corrida logo de seguida Diogo Graça passou o piloto da Glória do Ribatejo para na quinta volta ser ele o segundo, posição que manteve até ao final cruzando a linha de meta a quase 14 segundos de Hugo Basaúla e com uma vantagem superior a 14 para Sandro Peixe. Renato Silva foi o quarto e Daniel Pinto o quinto.

 

A segunda corrida foi bem mais animada e depois de Gustavo Amaral ter colocado a bandeira brasileira na lista de melhores arranques campeonato, logo de seguida Hugo Basaúla e Diogo Graça passaram para a frente e iniciaram uma luta pela vitória que durou até ao momento em que foi mostrada a bandeira de xadrez. Hugo Basaúla foi o primeiro com três segundos e meio de vantagem sobre Diogo Graça no final de empolgantes 19 voltas, cabendo a Sandro Peixe novamente a terceira posição a mais de 30 minutos do campeão nacional. Renato Silva e Daniel Pinto repetiram as posições da primeira final.

 

Pódio Elite

Hugo Basaúla foi o vencedor em SX1 face a Sandro Peixe e Gustavo Amaral, com Diogo Graça a vencer em SX2 na frente de Renato Silva e Marco Silva após uma corrida onde Luís Outeiro, a fazer a sua estreia no campeonato, sofreu uma queda e fechou a prova na sétima posição.

Nos Iniciados Sandro Lobo venceu ambas as corridas na frente do conimbricense Afonso Gomes e Tomás Alves. Nos Infantis B foi Tomás Santos quem venceu ambas as corridas, o mesmo se passando com Leonardo Gaio nos Infantis A.

O campeonato iniciou-se assim de uma forma fantástica e espera-se reedição dos grandes momentos de Supercross aqui vividos já no próximo sábado (27 de Julho) em Vila Boa de Quires aquando da segunda ronda do campeonato.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação