Honda monopolizou o pódio na Hungria

Esteban Guerrieri (Honda Civic) garantiu a segunda vitória do fim-de-semana e ascendeu ao segundo lugar do campeonato, ficando a 22 pontos do francês Yann Ehrlacher (Lynk & Co 03)…

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Com quatro carros nas quatro primeiras posições para a terceira corrida, não surpreendeu que a Honda tivesse monopolizado o pódio, com argentino Esteban Guerrieri (Honda Civic) a garantir a segunda vitória do fim-de-semana e ascendesse ao segundo lugar do campeonato, ficando a 22 pontos do francês Yann Ehrlacher (Lynk & Co 03), que ganhou a terceira corrida e conserva o comando da competição.

Ao sair do lado mais limpo da pista, o português Tiago Monteiro (Honda Civic) de imediato instalou-se no segundo lugar, posição que manteve até final, à frente do argentino Nestor Girolami (Honda Civic), só faltando o checo Atilla Tassi (Honda Civic) que terminou em sexto.

Foi o melhor fim-de-semana de Tiago Monteiro, como consequência dos Honda terem revelado uma maior competitividade, que só não foi mais produtivo em termos pontuais, por ter sido obrigado a largar d fundo da grelha, para a primeira corrida, depois de ter sido quarto na qualificação, por ter sido penalizado, por ter trocado de motor na Eslováquia.

Mas depois do que sucedeu no Hungaroring, todas as esperanças são possíveis nos dois fins-de-semana que faltam.

A seis corridas do final da temporada parece evidente que a sucessão do húngaro Norbert Michelisz (Hyundai i30 N) será um duelo franco-argentino, com os primeiros a contarem com Yann Ehrlacher e Yvan Muller e os segundos com Esteban Guerrieri e Nestor Girolami, com os respectivos companheiros de equipa a fazerem tudo para proteger os seus pontas-de-lança.

Por saber fica aquilo que os homens da Audi e da Hyundai poderão fazer para baralhar as contas, com o “roubo” de pontos aos candidatos.

CLASSIFICAÇÕES

Corrida

1.º, Esteban Guerrieri (Honda Civic), 15 voltas (xxx km), em 28’48,553” (138,3 km/h); 2.º, Tiago Monteiro (Honda Civic), a 0,478”; 3.º, Nestor Girolami (Honda Civic), a 0,889; 4.º, Mikel Azcona (Cupra Leon), a 1,715”; 5.º, Jean-Karl Verney (Alfa Romeo Giulietta), a 2,055; 6.º, Atilla Tassi (Honda Civic), a 3,354”; 7.º, Gabriele Tarquini (Hyundai i30 N), a 3,654”; 8.º, Yann Ehrlacher (Lynk & Co 03), a 5,707”; 9,º, Yvan Muller (Lynk & Co 03), a 9,262”; 10.º, Norbert Michelisz (Hyundai i30 N), a 9,476”; Classificaram-se mais 11 pilotos

CAMPEONATOS

Pilotos – 1.º, Yann Ehrlacher, 169 pontos; 2.º, Esteban Guerrieri, 147; 3.º, Yvan Muller, 114; 4.º, Nestor Girolami, 106; 5.º, Jean-Karl Verney, 106; 6.º, Tom Coronel, 101; 7.º, Nathanael Berthon, 92; 8.º, Gilles Magnus, 82; 9.º, Mikel Azcona, 79; 10.º, Thed Bjork, 78; …; 13.º, Tiago Monteiro, 61. Estão classificados mais oito pilotos

Equipas – 1.º, Cyan Racing Lynk & Co, 286 pontos; 2.º, ALL-INKL.COM Munnich Motorsport, 212; 3.º, Comtoyou DHL Team Audi Sport, 185; 4.º, Cyan Performance Lynk & Co, 142; 5.º, ALL-INKL.DE Munnich Motorsport, 108; 6.º, Engstler Hyundai N Liqui Moly Racing Team, 98; 7.º, Zengo Motorsport Services KFT, 76; 8.º, BRC Hyundai N Lukoil Squadra Corse, 75;

Próxima prova – MotorLand (Espanha), dia 1 de Novembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: