Henrique Chaves prepara luta pelo título em férias

O jovem de Torres Vedras, que pilota um McLaren 720S GT3 da Teo Martín Motorsport juntamente com Martin Kodric, está no comando da classificação de pilotos, evidenciando e confirmando as suas qualidades e potencial.

(auto.look2010@gmail.com)

Henrique Chaves tem vindo a protagonizar uma temporada de estreia nos GT impressionante, liderando a classificação do International GT Open. O tempo é de férias, mas nem por isso deixa de perder o seu foco, estando determinado em recarregar baterias para a segunda metade da temporada.

O jovem de Torres Vedras tem vindo a ser um dos protagonistas da época da competição europeia dedicada a carros de Grande Turismo, demonstrando rapidez e consistência, o que lhe permitiu assegurar quatro pódios em oito provas, três deles consecutivamente, uma volta mais rápida e uma primeira linha na grelha de partida.

Apesar da sua inexperiência no exigente mundo das corridas de GT, Henrique Chaves, que pilota um McLaren 720S GT3 da Teo Martín Motorsport juntamente com Martin Kodric, está no comando da classificação de pilotos, evidenciando e confirmando as suas qualidades e potencial.

O piloto de 22 anos, tal como a maioria dos portugueses, está em tempo de férias, mas nem por isso deixa de estar focado em preparar a luta pelo título do International GT Open.

AUTOLOOK – Estamos em época de férias em Portugal. Preferes praia, campo ou cidade?

HENRIQUE CHAVES – Digamos um pouco de cada. Praia, gosto, mas farto-me facilmente porque não consigo estar muito tempo parado ao sol sem nada que fazer. Na cidade, que é onde vivo de momento, tenho tudo aquilo de que preciso. Tenho o ginásio, posso ir ao cinema com a minha namorada e tenho os meus amigos, com quem posso jogar futebol ou paddel. O campo é também fantástico para descansar e é para lá que vou nas próximas duas semanas. É aí que vou aproveitar para descansar a sério e começar a preparar a segunda metade da temporada.

AUTOLOOK – Tens algum plano para manter a forma física ao longo da pausa Verão?

HENRIQUE CHAVES – O plano passa por algumas sessões de corrida ao ar livre, ginásio e também umas “peladinhas” com os amigos sem abusar para não arriscar qualquer tipo de lesão e também alguns jogos de paddel.

AUTOLOOK – As férias ajudam-te a carregar baterias para a segunda metade da temporada?

HENRIQUE CHAVES – Acabámos a primeira metade do campeonato na liderança e com bom andamento, pelo que, por mim, não teria tido férias de Verão, mas também sou aquele tipo de pessoas que, se desviar as atenções das corridas, é capaz de recuperar o foco rapidamente e voltar até mais forte. Se as férias ajudam a recarregar baterias? É óbvio que sim, não tanto fisicamente, porque o treino está sempre presente, mas mentalmente sim.

AUTOLOOK – Estás na liderança do International GT Open, quando estamos sensivelmente a meio da temporada. Quais são as tuas perspectivas para a segunda metade da temporada?

HENRIQUE CHAVES – As perspectivas são as de sempre. Pensar fim-de-semana a fim-de-semana e fazer o melhor trabalho possível. Com esta mentalidade conseguimos um pódio duplo em Spa-Francorchamps e duas qualificações na primeira fila na Áustria. Se mantivermos este foco, vão acontecer coisas boas. A juntar a isto, sinto-me cada vez mais confortável ao volante do McLaren 720S GT3, o que se tem notado tanto nas minhas prestações em qualificação como em corrida, tendo alcançado uma volta mais rápida. Temos sempre de contar com os handicaps do campeonato, o que nos vai dificultar bastante, visto que conquistámos três pódios nas últimas quatro corridas, mas estamos confiantes de que todas as pistas que vamos visitar serão boas para o nosso McLaren, muito embora o BoP dos Lamborghini seja bastante bom.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação