Hamilton não gostou da estratégia da Mercedes

Piloto britânico viu-se ultrapassado por Max Verstappen no topo da classificação do Mundial de Pilotos e não gostou do momento escolhido pela sua equipa para a troca de pneus.

(auto.look2010@gmail.com)

Formula One F1 – Dutch Grand Prix – Circuit Zandvoort, Zandvoort, Netherlands – September 5, 2021 Mercedes’ Lewis Hamilton on the podium after finishing second REUTERS/Benoit Tessier

Depois de terminar o Grande Prémio dos Países Baixos no 2.º lugar e ver a liderança do Mundial de Pilotos de Fórmula 1 fugir para Max Verstappen, Lewis Hamilton questionou a estratégia de corrida da Mercedes.

O piloto britânico foi chamado às boxes num momento em que acabou por, à saída, apanhar trânsito na pista, condicionando ainda mais as suas hipóteses de chegar à liderança da corrida, o que já não se estava a afigurar fácil nesse momento.

«Acho que não foi a nossa melhor estratégia. Foi uma corrida difícil e a verdade é que eles foram muito rápidos. Parámos demasiado cedo e fiquei atrás do tráfego, não sei como é que a equipa não reparou nisso», sustentou o piloto.

Ainda assim, Lewis Hamilton mostrou-se resignado e felicitou o rival: «Resta-nos perceber onde podemos melhorar. Parabéns ao Max, eles foram muito rápidos», afirmou Lewis Hamilton em declarações à “Sky Sports”.

Lewis Hamilton viu-se assim, com o segundo lugar no GP dos Países Baixos, ultrapassado por Max Verstappen. O britânico chegou aos 221,5 pontos, com o neerlandês a somar agora 224,5.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *