Hamilton explica-se sobre vacina Covid-19

O piloto britânico partilhou um vídeo que acusava Bill Gates de mentir sobre uma possível vacina contra o novo coronavírus.

(auto.look2010@gmail.com)

O campeão do mundo de Fórmula 1, Lewis Hamilton, disse ter sido «mal interpretado» depois de partilhar uma publicação nas redes sociais que acusava Bill Gates de mentir sobre uma vacina contra o novo coronavírus. Lewis Hamilton disse querer «clarificar a sua opinião» no assunto depois do vídeo publicado para os seus 18.3 milhões de seguidores no Instagram ter sido criticado. A publicação foi entretanto apagada.

Nas imagens, Bill Gates, o bilionário filantropo que doou 250 milhões de dólares para a luta contra o coronavírus, é questionado sobre os possíveis efeitos secundários da vacina. Um comentário acompanha a publicação original acusa Gates de mentir – algo que Hamilton afirma não ter visto.

«Notei alguns comentários no meu “post” anterior acerca da vacina para o coronavírus e quero clarificar a minha opinião, já que percebo que possa ter sido mal interpretado», escreveu o piloto britânico da Mercedes no Instagram.

«Em primeiro lugar, eu não tinha visto o comentário que acompanhava o vídeo e isso é totalmente da minha culpa e tenho muito respeito pelo trabalho de caridade feito por Bill Gates. Também quero que seja claro que não sou contra uma vacina e que sem dúvida será importante na luta contra o coronavírus, e tenho esperança no seu desenvolvimento para ajudar a salvar vidas», disse. Contudo, Hamilton afirmou que o vídeo mostrava que «ainda existe muita incerteza sobre os efeitos secundários (da vacina) e sobre como vai ser financiada».

Na semana passada, Gates foi obrigado a negar as teorias da conspiração que o acusam de criar a pandemia, por razões que vão desde o terrorismo biológico aos lucros da venda de vacinas. Um vídeo que afirmava que Gates queria «eliminar 15 por cento da população» através da vacinação e de microchips electrónicos somou milhões de visualização no YouTube.

«É uma má combinação de pandemia com redes sociais e das pessoas procurarem uma explicação simples», disse o fundador da Microsoft durante uma entrevista na CNN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: