Guilherme Gomes evolui no Europeu de Motocross

O único representante português em competição na segunda jornada do EMX65, que decorreu em Itália, foi o jovem piloto de Soure aos comandos de uma KTM 65SX.

(auto.look2010@gmail.com) – Fotos: GUI GOMES TEAM

O Crossódromo “Gina Libani Repetti”, em Esanatoglia, recebeu este fim-de-semana o Europeu de Motocross 65cc – Zona Sudoeste. O traçado italiano, com larga tradição na modalidade, é conhecido pela sua rapidez e pelas enormes subidas e descidas, o que veio a tornar-se o principal adversário destes pequenos pilotos.

O único representante português em competição foi Guilherme Gomes aos comandos de uma KTM 65SX. Apostado num ano de aprendizagem no Europeu da especialidade, o jovem natural de Soure sentiu desde muito cedo a falta de ritmo neste tipo de pistas.

Na primeira manga, Guilherme Gomes rapidamente se instalou na 17.ª posição, no entanto com uma queda à mistura, viria a descer ao 24.º lugar quando apenas faltavam duas voltas. Já na segunda manga e a rodar sempre no mesmo ritmo do top20, o único representante português em prova terminava o dia em 21.º lugar. No cômputo final, Gui Gomes sai de Itália muito perto de pontuar, com o 23.º lugar final.

«Este não foi mesmo um bom fim-de-semana. A juntar à rapidez e exigência deste tipo de traçado, ainda tive alguns problemas com a moto. Primeiro foi a carburação devido à altitude e mais tarde a caixa de velocidades que cedeu», referiu o jovem piloto um pouco desiludido com a sua prestação.

«Fui obrigado a recorrer à moto de treinos e a realidade é que com isto tudo, não me consegui concentrar. Tentei dar o meu máximo e na segunda manga já me estava a sentir melhor. Este é um ano de aprendizagem no europeu, vou tentar absorver ao máximo toda esta “aventura” e espero estar melhor já na Croácia. Aproveito para agradecer a todos os nossos patrocinadores e à FMP, pois sem eles não conseguiríamos estar aqui, sublinhou o sourense Gui Gomes.

O Europeu prossegue já no próximo fim-de-semana com a terceira ronda a decorrer em Mladina – Jastrebarsko, na Croácia. O pelotão do EMX65 irá enfrentar uma das mais bonitas e exigentes pistas europeias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *