Guarda Racing Days já “ferve” de emoções

Os motores já se fazem ouvir no recinto da feira quinzenal da Guarda, na malha urbana da cidade, na encosta lateral do Hotel Vanguarda, para dois dias de grandes emoções com a realização da Guarda Racing Days, sob os auspícios do Clube Escape Livre e Câmara Municipal da Guarda.

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt)

Começou este sábado a segunda edição da Guarda Racing Days com as diversas iniciativas em torno da competição organizada em conjunto com o Clube Escape Livre e a Câmara Municipal da Guarda. Tudo está a ser efeuado como planeado, ou seja, com as equipas a ocupar os respectivos lugares na área cingida à assistência e os pilotos a tomar o pulso à pista em forma de reconhecimento.

Servido o aperitivo matinal, entre a azáfama das equipas e a boa-disposição de todos os intervenientes na Guarda Racing Days, a comunidade da Guarda foi brindada, à tarde, com as aventuras e peripécias dos pilotos que não pouparam esforços para “domar” os cavalos debaixo do capot e contribuir para um espectáculo que começa a ser mítico no traçado misto de rara beleza.

Com o regresso dos ases do volante ao activo, demonstrando nas sessões de treinos livres enorme vontade de contribuir para o espectáculo, dando corpo ao desporto motorizado na cidade mais alta de Portugal, as gentes da Guarda tomaram a primeira dose de adrenalina sob o efeito de todas as regras da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK) e da Direcção-Geral de Saúde (DGS).

Os pilotos têm sabido gerir a seu bel-prazer as condições do traçado de 1,5 quilómetros, tanto no asfalto como nos pisos de terra, onde a velocidade, a perícia e potência das máquinas ganham uma beleza interior que fica à vista de todos. E para que a agitação contagiante seja garantida até ao final do dia de amanhã, domingo, a estrutura organizativa tem desenvolvido alguns ajustes no circuito, sobretudo no que concerne às zonas de terra para vincar a espectacularidade.

A temperatura elevada, na ordem dos 30 graus, não desmotivou a ambição dos pilotos que, à hora marcada, fizeram-se à pista. Os dois primeiros pilotos a mostrar “serviço” dão-se pelo nome de Jorge Vicente (Renault Clio Max) e João Serrão (Peugeot 106), ambos na categoria de Ralis onde se contam 11 inscritos na Guarda Racing Days.

O sintrense Gil Antunes (Dacia), como é seu apanágio, entrou determinado a levantar poeira no confronto directo com Fernando Pereira (Citroën DS3), ambos na categoria de Ralis, assim como Fernando António e Paulo Domingos, ambos em Mitsubishi Lancer. Presente na Guarda Racing Days está também o jovem piloto do Nacional de ralis, Eduardo Santos (Peugeot 208 R2), que alinhou ao lado de Fábio Alves (VW Bora). Ainda na categoria de Ralis, referência para Joaquim Morgado (Toyota Starlet), Diogo Mil-Homens (Fiat Uno) e Nuno Rodrigues da Silva (Fiat 600). As categorias seguintes serão o Off Road, Todo-o-Terreno e SSV.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *