GT4 South European Series ao rubro no AIA

Foram disputadas as qualificações para as corridas da quarta ronda das GT4 South European Series deste ano, que se disputa este fim-de-semana no Autódromo Internacional do Algarve (AIA), tendo a competitividade sido a palavra de ordem.

(auto.look2010@gmail.com)

Com um plantel extremamente forte, era esperado uma luta acérrima pelas primeiras posições e as elevadas expectativas não foram defraudadas. Na primeira qualificação e que definiu a grelha de partida para a corrida deste sábado, os protagonistas foram Mariano Pires, Miguel Cristóvão e Freddie Hunt.

Qualquer um dos três passou pelo comando, mas acabaria por ser o jovem piloto do Ginetta G55 GT4 da ABM Grand Prix a levar a melhor, batendo o seu rival do Mercedes-AMG GT4 da Veloso Motorsport por apenas dois décimos de segundo.

O filho do campeão Mundial de Fórmula 1 de 1976, inscrito na classe Am Cup, levou o Aston Martin Vantage AMR GT4 da Team Virage ao terceiro posto da geral, a apenas três décimos de segundo do “polecar”. Os Mercedes-AMG GT4 da Bullitt Racing não conseguiram imiscuir-se na luta pelas posições cimeiras, quedando-se pelo quarto e quinto postos da tabela de tempos, com vantagem de Ian Loggie face a Stephen Pattrick.

Entre os GTC, Marmaduke Hall, no habitual Ginetta G50 GT4 da Tockwith Motorsports, impôs com conforto a sua lei, sendo seguido por o carro semelhante e da mesma equipa de Moh Ritson. Juan Reina, no Ginetta G50 GT4 da Plemar Sport, assegurou o terceiro posto. Nas posições imediatas ficaram o Porsche de Marcus Forthergill e o Ginetta G50 GT4 de Jemma Moore.

QUATRO CARROS A SEPARADOS POR APENAS QUATRO DÉCIMOS DE SEGUNDO

Se na primeira qualificação foi bastante animada, a segunda não ficou atrás, com quatro carros a terminarem separados por apenas quatro décimos de segundo. Porém, a “Bala Verde” voltou a impor-se, desta feita pelas mãos de César Machado, batendo o trio de Mercedes-AMG GT4 liderados por Francisco Abreu, que foi seguido por Andy Meyrick e Callum Macleod.

  1. O. Jones, com o seu Aston Martin da Am Cup, não teve a possibilidade de replicar o andamento do seu colega de equipa, terminando no quinto, posto, conseguindo ainda assim bater Edward Moore, o melhor entre os GTC Cup. O inglês bateu a sua irmã, Sarah Moore, também num Ginetta G50 GT4 da Tockwith Motorsports, que foi seguida por Alberto Valverde, tendo os dois GT britânicos ficado separados por cerca de sete décimos de segundo.

Callum Bradshaw levou o seu Ginetta à nona posição, perdendo muito pouco para os carros imediatamente à sua frente e batendo o Porsche de Dave Benett.

Como é habitual, ambas as corridas do fim-de-semana terão transmissão no Porto Canal, mas desta feita em diferido devido a compromissos anteriores da estação televisa. Assim, a primeira corrida será transmitida às 13h00 de domingo e a segunda na segunda-feira às 13h30. A transmissão através das redes sociais oficiais da competição será realizada em directo. A primeira prova terá o seu início 17h40 deste sábado, e a segunda às 17h10 de domingo (hora de Portugal Continental.

PALAVRAS DOS PILOTOS

MARIANO PIRES (1.º PRO-AM – QUALIFICAÇÃO 1): «A qualificação correu bem. Consegui fazer a pole position para a primeira corrida. Nas primeiras voltas ainda me estava a habituar ao carro neste traçado, pois os treinos livres não me permitiram ter voltas limpas para o fazer. Consegui programar as minhas voltas rápidas para serem as duas últimas e assim foi. Sei que poderemos melhorar em alguns aspectos, por isso tenho boas expectativas para amanhã. Como sempre, o objectivo será ganhar as duas corridas.”

CÉSAR MACHADO (1.º PRO-AM – QUALIFICAÇÃO 2): «O carro estava bom e, mesmo por uma escassa margem, foi excelente conseguir a pole position e o Mariano (Pires) também. Embora o treino livre tenha sido só um e muito cedo, conseguimos reunir boa informação para a qualificação. Espero este sábado traduzir esta pole position numa vitória».

FREDDIE HUNT (1.º AM – QUALIFICAÇÃO 1): «A qualificação correu bem e estou razoavelmente satisfeito com o meu resultado. Poderia ter conseguido realizar um tempo mais rápido na qualificação, mas no final não consegui uma volta perfeita. De qualquer forma, foi bom e estou satisfeito».

CO JONES (1.º AM – QUALIFICAÇÃO 2): «É sempre um imenso gozo conduzir aqui em Portimão e espero continuar a desfrutar do fim-de-semana nesta pista. Esta sexta-feira foi um bom começo e espero conseguir um bom resultado este sábado».

MARMADUKE HALL (1.º GTC – QUALIFICAÇÃO 1): «Estamos contentes porque o nosso andamento foi OK. Encontrámos alguns décimos depois dos treinos livres. Precisamos de continuar a colher experiência, pois esta é a nossa primeira vez nesta pista. No geral, estamos satisfeitos e de momento estamos a apontar para alguns fortes resultados para o campeonato. Foi um bom esforço na qualificação e veremos o que nos traz o dia deste sábado».

EDWARD MOORE (1.º GTC – QUALIFICAÇÃO 2): «Para ser honesto, não conseguimos reunir muita informação esta manhã nos treinos livres. Contudo, o mais importante este fim-de-semana é juntar o máximo de pontos possíveis. Sinto que há algumas coisas que podemos alterar para as corridas».

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação