Groupe PSA e FCA acordam fusão

A nova entidade terá uma liderança, recursos e dimensão para se posicionar na vanguarda de uma nova era de mobilidade sustentável.

(auto.look2010@gmail.com)

A Fiat Chrysler Automobiles N.V. (“FCA”) e a Peugeot S.A. (“Groupe PSA”) assinaram hoje um Memorando de Entendimento vinculativo que visa a fusão 50/50 das suas actividades, dando origem ao 4.º maior construtor mundial em termos de volume e ao 3.º maior em termos de volume de negócios.

A conjugação proposta tornar-se-á num líder industrial, com a liderança, as capacidades, os recursos e a dimensão necessários para aproveitar, com sucesso, as oportunidades apresentadas pela nova era de mobilidade sustentável. Com a sua robustez financeira e capacidades combinadas, a entidade resultante da fusão estará particularmente bem posicionada para fornecer soluções inovadoras, limpas e sustentáveis que garantam a mobilidade das pessoas, tanto em ambientes de rápida urbanização, como em áreas rurais em todo o mundo.

Carlos Tavares (PSA) e Mike Manley (FCA)

Os ganhos em eficiência, derivados dos maiores volumes, bem como os benefícios resultantes da união dos pontos fortes e das principais competências de ambas as empresas irão garantir que o negócio combinado possa oferecer, a todos os seus clientes, produtos, tecnologias e serviços best-in-class, e responder, com maior agilidade, às rápidas mudanças que ocorrem neste sector altamente exigente.

A combinação resultará num volume de vendas anual de 8,7 milhões de veículos, com um volume de negócios de aproximadamente 170.000milhões de euros, um resultado operacional corrente superior a 11.000 milhões de euros e uma margem de lucro operacional de 6,6%, considerando os resultados agregados de 2018.

O balanço robusto combinado garante uma significativa flexibilidade financeira e uma vasta margem, quer para a execução de planos estratégicos, quer para o investimento em novas tecnologias em todo o ciclo.

A entidade conjunta terá uma presença global equilibrada e rentável, assente num portfólio de marcas icónico e altamente complementar, cobrindo todos os principais segmentos de mercado, desde veículos de luxo, premium e automóveis de passageiros, passando por SUV, pesados e veículos comerciais ligeiros. Será sustentado pela robustez da FCA na América do Norte e na América Latina e pela sólida posição do Groupe PSA na Europa. O novo Grupo terá um equilíbrio geográfico muito maior, com 46% das receitas oriundas da Europa e 43% da América do Norte, tendo em conta os números agregados de 2018 de cada empresa. Esta combinação permitirá remodelar a estratégia noutras regiões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: