Grönholm vence Montalegre e Hansen é mais líder

O finlandês Niclas Grönholm venceu hoje a corrida final da etapa portuguesa do Mundial de Ralicrosse, em Montalegre, à frente do líder do campeonato, o sueco Timmy Hansen, que, no entanto, aumentou a vantagem na classificação geral.

(auto.look2010@gmail.com) – Fotos: PAULO MARIA

Niclas Grönholm (Hyundai i20)

Na corrida decisiva, Niclas Grönholm (Hyundai i20), que venceu pela primeira vez em Montalegre, foi o mais forte, terminando à frente do líder do Mundial, Timmy Hansen (Peugeot 208) e do seu irmão Kevin Hansen (Peugeot 208).

Após a antepenúltima jornada, que decorreu no distrito de Vila Real, Timmy Hansen, campeão em 2019, reforçou a liderança na geral, ao somar o maior número de pontos no fim-de-semana (27) e a ter agora mais 17 pontos que Johan Kristoffersson (Audi S1).

O sueco, três vezes campeão e atual detentor do troféu, foi penalizado com cinco segundos na final e acabou relegado para sexto lugar da corrida decisiva, terminando o fim-de-semana com 22 pontos.

Niclas Grönholm ladeado por Timmy Hansen e Kevin Hansen

O vencedor da final foi o segundo a pontuar mais em Montalegre, com 26 pontos, mas continua no quarto lugar da geral, com 149, atrás de Kevin Hansen, que arrecadou mais 23 pontos e tem agora 159 ocupando o terceiro lugar.

Ao longo do sábado e domingo, após as quatro qualificações e a meia-final, o líder do mundial Timmy Hansen tinha dominado a etapa portuguesa ao ser sempre o mais rápido.

Na categoria Euro RX3, anteriormente conhecida como Super1600, o russo que compete pela suíça Yury Belevskiy (Audi A1), precisou apenas da qualificação para garantir o título na derradeira etapa.

Ao ser o mais rápido no final das quatro qualificações, Yury Belevskiy assegurou o título com 147 pontos, à frente do belga Kobe Pauwels (Audi A1) com 115 e do russo Marat Knyazev (Audi A1) com 114. Yury Belevskiy dominou também a meia-final e a final da competição que teve a participação portuguesa de Nuno Araújo (Audi A1), que terminou com o quinto lugar final.

Após a ronda portuguesa, a competição termina em Nürburgring, na Alemanha, com as duas últimas etapas (27 e 28 de Novembro).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *