Grande lata… de Miguel Oliveira

Piloto da KTM Tech3 é o primeiro português a ser homenageado com a sua imagem numa das latas da marca de bebidas energéticas, algo que o deixa naturalmente satisfeito.

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@gmail.com)

A Red Bull acaba de lançar uma lata especial dedicada a Miguel Oliveira, de apenas 24 anos de idade, como forma de assinalar a chegada do piloto português à classe rainha do motociclismo mundial, o MotoGP. O jovem piloto de Almada, que esteve na apresentação da nova lata da Red Bull, um dos seus principais patrocinadores, é o primeiro desportista português a ser homenageado com a sua imagem numa das latas da marca, algo que o deixa naturalmente satisfeito.

«Estou muito orgulhoso e contente com esta homenagem que me estão a fazer. Saber que outros grandes nomes têm este tipo de objecto é algo que significa muito, porque coloca-me a par dos grandes. Vou guardar uma palete inteira», brincou o piloto português, que fala mesmo numa «grande lata».

Miguel Oliveira não deixou passar em branco as palavras de incentivo de Hervé Poncharal, sublinhando que «antes de o dizer em público, já o tinha dito em privado. «Existe um ambiente fantástico no seio da equipa e também não deixa de ser importante o apoio que me está a ser dado», sublinhou o jovem piloto português de 24 anos.

O 17.º lugar registado no “baptismo” do Grande Prémio em MotoGP, no Qatar, já ficou para trás, com Miguel Oliveira de olhos postos no próximo compromisso, na Argentina, a ter lugar a 31 de Março. Trata-se de um traçado que o jovem piloto lusitano já sentiu o pulsar do pódio pela primeira vez, em Moto2, em 2017.

«É a primeira vez que vou andar naquele circuito com MotoGP. No Qatar tinha testado antes e esta prova vai merecer uma adaptação mais rápida da minha parte. Não se pode pedir pontos mas não se nega um bom resultado», sustentou Miguel Oliveira.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação