GP do Mónaco: Decisão pode passar pela Q3

Após um ano de ausência, a Fórmula 1 está de regresso às ruas de Monte Carlo, um traçado mítico onde todos querem vencer, mas só alguns conseguem.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Com três vitórias e um segundo lugar, o inglês Lewis Hamilton (Mercedes) chega ao Principado com confortáveis 14 pontos de vantagem sobre o holandês Max Verstappen (Red Bull/Honda), vencedor da quarta corrida, que tem confirmado os prognósticos que faziam dele o mais sério opositor do campeão do mundo, que tem beneficiado de uma mais eficaz gestão das situações de corrida a partir do muro das “boxes”.

Naquele que será o traçado onde as ultrapassagens são mais difíceis, a qualificação assume particular importância, porque partir à frente é, por norma, factor importante para conseguir a vitória.

Por isso não será de estranhar que a Q3 decorra debaixo de grande tensão, havendo a curiosidade de ver, como já sucedeu, se o finlandês Valtteri Bottas (Mercedes) consegue intrometer-se entre os dois ou se o mexicano Sergio Perez (Red Bull/Honda) será capaz de ser uma importante ajuda para o holandês.

Na luta no segundo pelotão, Ferrari e McLaren têm de ser apontadas como favoritas, tanto mais que a marca italiana conseguiu, em Espanha, suplantar a sua adversária, com o monegasco Charles Leclerc (Ferrari), que corre em casa, e o inglês Lando Norris (McLaren/Mercedes) a terem de ser apontados como pontas de lança das respectivas equipas, deixando ao espanhol Carlos Sainz (Ferrari) e ao australiano Daniel Riccardo (McLaren/Mercedes) o papel de aproveitarem os “estragos” que as lutas na frente possam provocar.

CLASSIFICAÇÕES DOS “MUNDIAIS”

PILOTOS – 1.º Lewis Hamilton, 94 pontos; 2.º Max Verstappen, 80; 3.º Valtteri Bottas, 47; 4.º Lando Norris, 41; 5.º Charles Leclerc, 40; 6.º Sérgio Perez, 32; 7.º Daniel Ricciardo, 24; 8.º Carlos Sainz, 20; 9.º Esteban Ocon, 10; 10.º Pierre Gasly, 8; 11.º Lance Stroll, 5; 12.º Fernando Alonso, 5; 13.º Yuki Tsunoda, 2.

CONSTRUTORES – 1.º Mercedes-AMG Petronas F1 Team, 141 pontos; 2.º Red Bull Racing Honda, 112; 3.º McLaren F1 Team, 65; 4.º Scuderia Ferrari Mission Winnow, 60; 5.º Alpine Renault, 15; 6.º Scuderia Alpha Tauri Honda, 10; 7.º Aston Martin Cognizant F1 Team, 5.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *