GP de Portugal: o segundo mais visto de 2020

A Fórmula 1 teve uma audiência média de 87,4 milhões de espetadores, menos 4,5% do que em 2019.

(auto.look2010@gmail.com)

O Grande Prémio de Portugal, no qual o britânico Lewis Hamilton se tornou no piloto com mais vitórias na Fórmula 1, foi o segundo mais visto de 2020, anunciou hoje a organização do Mundial. A prova disputada no Autódromo Internacional do Algarve (AIA), em Portimão, a 25 de Outubro, teve uma audiência televisiva de 100,5 milhões de espectadores no mundo e só foi batida pela prova húngara, em 19 de Julho, que foi presenciada por 103,7 milhões.

Nesta hierarquia, seguem-se os Grandes Prémios do Bahrain (98,1 milhões de espectadores), disputado quando Lewis Hamilton já tinha assegurado o sétimo título de campeão do mundo, e o da Turquia (89,1 milhões), onde o britânico revalidou o ceptro.

Numa temporada largamente afectada pela pandemia da Covid-19, e com menos quatro corridas do que em 2019, a Fórmula 1 teve uma audiência média de 87,4 milhões de espectadores, menos 4,5% do que em 2019.

«A audiência média da época 2020 foi largamente influenciada pelo desenrolar das corridas na Europa e no Golfo, o que significa que várias regiões não receberam os seus Grandes Prémios, as horas das corridas nem sempre foram adequadas para alguns mercados e as habituais assistências para provas específicas não ocorreram», explicou o organizador do Mundial.

No total, a Fórmula 1 calcula em 1.500 milhões a audiência cumulativa, menos 400 milhões do que no ano anterior, que tinha tido 21 corridas e não 17: «Estamos orgulhosos pelo que conseguimos em 2020 e sabemos que temos uma incrivelmente forte base de adeptos, que pode fazer crescer a audiência nos próximos anos. Estamos satisfeitos por os nossos adeptos estarem contentes com o nosso desporto, a nossa época, e pela forma como responderam à pandemia global», afirmou o presidente e director executivo da Fórmula 1, Stefano Domenicali.

A 72.ª temporada do “grande circo” tem início previsto para 28 de Março, no Bahrain, e fim agendado para 12 de Dezembro, com a 23.ª etapa, em Abu Dhabi. Em 2020, Portimão acolheu o 17.º Grande Prémio de Portugal, 24 anos depois das últimas edições, disputadas nos circuitos da Boavista (1958 e 1960) e de Monsanto (1959) e no autódromo do Estoril (1984-1996), na sequência da reorganização do Mundial devido à pandemia provocada pelo novo coronavírus.

O circuito algarvio não integra o calendário de 2021, mas, segundo o presidente da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK), Ni Amorim, o regresso da Fórmula 1 a Portugal, em Maio, está dependente de «haver público» ou, «não podendo haver público, de um apoio do Governo».

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *