Miguel Oliveira já lidera “operação” Algarve

A 14.ª e última prova do campeonato do mundo de velocidade em motociclismo tem no português Miguel Oliveira (KTM) um dos favoritos na luta pela vitória, efectuando o tempo mais rápido e batido o recorde do traçado algarvio na primeira sessão de treinos livres esta manhã no Algarve.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

O fantástico sol algarvio, que tantos turistas atrai ao sul do país, recebeu a caravana do MotoGP para um fim-de-semana de desfechos imprevisíveis, uma vez que o traçado de Portimão faz a estreia no calendário do “Mundial” e as referências são escassas, quer para pilotos, quer para equipas.

Por isso não surpreenderá que os pilotos passem muito tempo em pista, durante as sessões de treinos livres, em busca das afinações ideais para um traçado que foge ao habitual, uma vez que é repleto de subidas e descidas, acentuadas, e de curvas “cegas”, o que torna difícil encontrar os pontos de travagem.

O facto de se estar num traçado desconhecido, levou a que a primeira sessão de treinos livres fosse mais extensa do que é habitual, para as equipas encontrarem as afinações ideais para o traçado e os pilotos “descobrir” a combinação de pneus que os deixa mais confortáveis, na pista algarvia.

Apesar de dizer que o facto de “jogar em casa” pouco o beneficiava, porque a concorrência depressa ia aprender as “armadilhas” do traçado algarvio, a verdade é que o português Miguel Oliveira (KTM) começou por estar no topo da tabela de tempos, para conseguir, na derradeira volta, quando era o último em pista e ocupava o quarto lugar da hierarquia, regressar ao primeiro lugar, depois de ter melhorado os seus tempos de passagem em cada um dos sectores em que a pista está dividida.

O português bateu o espanhol Maverick Viñales (Yamaha) por 0,040”, com o espanhol Aleix Espargaro (Aprilia) a registar o terceiro tempo, à frente do surpreendente italiano Lorenzo Salvadori (Aprilia), que faz a terceira corrida na categoria rainha a aparecer primeira vez no lote dos mais rápidos.

BEZZECCHI E MASIA MAIS RÁPIDOS NA MOTO2 E MOTO3

O espanhol Marco Bezzecchi (Kalex) foi o mais rápido na sessão de abertura de Moto2 ao bater o italiano Fábio Di Giannantonio (Speed Up) por 0,010”, outro italiano Luca Marini (Kalex), o melhor dos candidatos ao título a averbar o terceiro tempo.

O comandante do campeonato, o italiano Enea Bastianini (Kalex) foi 14.º, enquanto o seu mais directo opositor, o inglês Sam Lowes (Kalex) registou a 11.ª marca, com o italiano Marco Bezzecchi (Kalex), o mais atrasado dos quatro candidatos ao título, foi quinto, atrás, ainda, do australiano Remy Gardner (Kalex).

Coube aos pilotos de Moto3 abrir as hostilidades, com o espanhol Jaume Masia (Honda) a colocar-se no topo da tabela de tempos, sendo o único a rodar abaixo do segundo “49”, à frente do italiano Romano Fenati (Husqvarna) e do espanhol Albert Arenas (KTM), o mais rápido dos candidatos ao título, uma vez que o japonês Ai Ogura (Honda), o seu mais directo adversário, quedou-se por um discreto 22.º lugar, e o italiano Tony Arbolino (Honda), que ainda tem hipóteses de arrecadar o ceptro, foi 11.º na tabela de tempos.

Melhores tempos

MotoGPMiguel Oliveira (KTM), 1’40,122”; Maverick Viñales (Yamaha), 1’40,162”; Aleix Espargaro (Aprilia, 1’40,236”; Lorenzo Salvadori (Aprilia), 1’40,297”; Pol Espargaro (KTM), 1’40,680”; Cal Crutchlow (Honda), 1’40,695”; Joan Mir (Suzuki), 1’40,856”; Fabio Quartararo (Yamaha), 1’40,877”; Takaaki Nakagami (Honda), 1’40,878”; Stefan Bradl, 1’40,920”. Treinaram mais 12 pilotos.

Moto2 – Marcos Ramirez (Kalex), 1’43,740”; Fabio Di Giannantonio (Speed Up), 1’43,750”; Luca Marini (Kalex), 1’43,799”; Remy Gardner (Kalex), 1’43,881”; Marco Bezzecchi (Kalex), 1’43,919”; Augusto Fernandez (Kalex), 1’44,011”; Nicolò Bulega (Kalex), 1’44,030”; Hector Garzo (Kalex), 1’44,178”; Xavi Vierge (Kalex), 1’44,279”; Jorge Martin (Kalex), 1’44,319”. Treinaram mais 19 pilotos.

Moto3 – Jaume Masia (Honda), 1’48,896”; Romano Fenati (Husqvarna), 1’49,054”; Albert Arenas (KTM), 1’49,109”; Sérgio Garcia (Honda), 1’49,288”; Andrea Migno (KTM), 1’49,537”; Raul Fernandez (KTM), 1’49,556”; Deniz Oncu (KTM), 1’49,598”; Jeremy Alcoba (Honda), 1’49,609”; John McPhee (Honda), 1’49,666; Gabriel Rodrigo (Honda), 1’49,673”. Treinaram mais 21 pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: