GP da Rússia com mais espectadores

Na data anunciada, na primeira página de “A Bola”, para o Grande Prémio de Portugal, a verdade é que é o Grande Prémio da Rússia que tem lugar, como desde o início da temporada estava programado.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

A exemplo do que sucedeu no traçado do Mugello, o circuito de Sochi vai ter espectadores nas bancadas, desta vez cerca de 30 mil, naquela que é mais uma tentativa de regressar ao normal, ainda que isso só deva suceder, em pleno, no próximo ano.

Em pista não é de esperar que algo mude, tal a superioridade exibida pelos Mercedes do inglês Lewis Hamilton e do finlandês Valtteri Bottas, vencedores de sete das nove corridas efectuadas, com o holandês Max Verstappen (Red Bull/Honda) e o francês Pierre Gasly (Alpha Tauri/Honda), surpreendente vencedor em Monza, a serem os únicos que conseguiram bater os “flechas pretos”.

Surpresa será se os Mercedes não monopolizarem a primeira linha da grelha e ocuparem as duas primeiras posições do pódio, com o holandês que só não foi ao pódio nas três vezes que desistiu a ser o mais sério candidato a fazê-lo.

E se na frente a luta deverá ser inexistente, já logo a seguir será intensa, tanto na qualificação como na corrida, com os pilotos da Renault, que tem vindo evoluir de forma significativa, da McLaren/Renault e da Racing Point/Mercedes a lutarem por serem “o melhor dos outros, havendo grande curiosidade em relação ao comportamento da Ferrari, sexta no “Mundial” de Construtores, que tem sido uma sombra daquilo que desejam os “tiffosi”.

CLASSIFICAÇÕES DOS “MUNDIAIS”

PILOTOS – 1.º, Lewis Hamilton, 190 pontos; 2.º, Valtteri Bottas, 135; 3.º, Max Verstappen, 110; 4.º, Lando Norris, 65; 5.º, Alexander Albon, 63; 6.º, Lance Stroll, 57; 7.º, Daniel Ricciardo, 53; 8.º, Charles Leclerc, 49; 9.º Sérgio Perez, 44; 10.º, Pierre Gasly, 43; 11.º, Carlos Sainz, 41; 12.º, Esteban Ocon, 30; 13.º, Sebastian Vettel, 17; 14.º, Daniil Kvyat, 10; 15.º, Nico Hulkenberg, 6; 16.º, Kimi Raikkonen, 2; 17.º, Antonio Giovinazzi, 2; 18.º, Kevin Magnussen, 1

CONSTRUTORES – 1.º, Mercedes-AMG Petronas F1 Team, 325 pontos; 2.º, Aston Martin Red Bull Racing, 173; 3.º, McLaren F1 Team, 106; 4.º, BWT Racing Point F1 Team, 92; 5.º, Renault DP World F1 Team, 83; 6.º, Scuderia Ferrari, 66; 7.º, Scuderia Alpha Tauri Honda, 53; 8.º, Alfa Romeo Racing ORLEN, 4; 9.º, Haas F1 Team, 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: