Gonçalo Figueiredo no frenético mundo do Enduro

Coimbra tem mais um “diamante” por lapidar e uma jovem promessa no mundo das duas rodas. Aos 16 anos, frequenta o 11.º ano da área das Humanidades, faz as suas “traquinices” no Nacional de Enduro e tem como mentores Diogo Ventura, Frederico Rocha e Hugo Basaúla.

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt)

Dá-se pelo nome de Gonçalo Figueiredo. Nasceu em Coimbra há 16 anos e, desde os 12, corre no seu sangue as emoções do Enduro. Do seu coração é bombeada paixão quanto baste pela modalidade, colocando em prática o seu talento. A sua ascensão tem sido feita paulatinamente, mas com a percepção de que a subida é efectuada degrau a degrau.

Gonçalo Maria Figueiredo Oliveira Batista de Jesus deu os primeiros passos há quatro anos, mas já se pode afirmar que estamos perante uma jovem promessa no frenético mundo das duas rodas e do Enduro em particular.

Foi aos comandos de uma pequena Beta 50 RR Racing que Gonçalo Figueiredo desencadeou a afeição pela disciplina. Em quatro anos tem revelado enorme aplicação. Tal e qual como nos estudos. Dois “casos” que não estão desassociados. O jovem piloto de Coimbra segue o sonho de crescer no Enduro, mas também percorre o seu caminho com afinco na sua formação académica, frequentando o 11.º ano da área das Humanidades.

Se no ensino a aprendizagem é repartida por colegas estudantes, docentes e auxiliares, no campo da competição as semelhanças são idênticas, onde não faltam os elementos da estrutura da equipa. No entanto, Gonçalo Figueiredo, que nos estudos tem nos livros o farol do sucesso, nas motos, o piloto de Coimbra tem em Diogo Ventura, Frederico Rocha e o Hugo Basaúla os seus mentores que, combinado com o seu talento, cria um efeito arrebatador.

Fruto da sua abnegação e coadjuvado pelos pilotos de referência da região, o jovem conimbricense está em perfeitas condições para, no dia 11 de Abril, iniciar a sua caminhada no Campeonato Nacional de Enduro. Trata-se de mais uma temporada com a ECMOTO Beta, equipa de Eugénio Cação, antigo piloto de Enduro e mecânico.

Gonçalo Figueiredo terá à sua inteira disposição uma Beta 125 RR Racing, com a qual irá disputar os campeonatos nacionais de Enduro e Sprint Enduro, na classe Verdes 1. A prova de abertura está agendada para paragens alentejanas, em Vila Nova de Santo André, com o conimbricense a apresentar-se com as cores da Dona Taska, ECMOTO e Beta Portugal – Moto Espinha.

Lutar pelo Troféu Beta e lugares cimeiros na classe “Verdes 1”, são os objectivos primordiais, embora muito exigentes, tendo em vista a enorme competitividade do conjunto de provas organizadas pela Beta Portugal – Moto Espinha, onde se perfilam excelentes pilotos provenientes de norte a sul do país.

Contudo, Gonçalo Figueiredo não tem enjeitado as oportunidades para treinar afincadamente no defeso prolongado para adquirir o ritmo desejado para atacar a prova inaugural em solo alentejano e, ainda por cima, disputada em piso bastante arenoso.

A programação da época do jovem piloto, cujas provas já foram calendarizadas e alteradas por diversas vezes devido à pandemia, consta também a possibilidade de fazer algumas incursões pelo Campeonato Nacional de Motocross para ganhar experiência e melhorar tempos nas especiais de Enduro.

O imprescindível e incondicional apoio do pai tem sido fulcral para o crescimento de Gonçalo Figueiredo e, para esta temporada, o procedimento não sai beliscado, com o progenitor a desempenhar um papel extraordinário, quer no apoio de índole psicológico, como ao nível de incentivo.

O apoio de Diogo Ventura, campeão nacional em título de Enduro e e Sprint Enduro, também é reconhecido pelo piloto de Coimbra, assim como da sua equipa de sempre, a ECMOTO Beta, Depois de mais um treino de preparação para o Enduro de Vila Nova de Santo André, o jovem Gonçalo Figueiredo está, naturalmente, ansioso com o aproximar da prova inaugural e que marca o início da temporada mas, ao mesmo tempo, optimista, até porque espera que a boa preparação que tem feito nestes últimos meses contribua para um arranque profícuo. O seu desejo para o início da época passa, com toda a legitimidade, pela tão desejada vitória no Campeonato Nacional de Enduro. A equipa AUTOLOOK deseja boa sorte a esta promessa de Coimbra no mundo das duas rodas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *