Góis Moto Clube/AB/Sagres no Nacional de Enduro

Pedro Duarte, Francisco Alvoeiro, Marcelo Bandeira, Daniel Jordão e Diogo Ventura são os cinco pilotos que, este domingo, em Vila Nova de Santo André, no Alentejo, defendem as cores do Góis Moto Clube/AB/Sagres na jornada inaugural do Campeonato Nacional de Enduro.

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt) – Fotos: JOÃO DA FRANCA

Francisco Alvoeiro

A prova do Motor Sport de Vila Nova de Santo André está a suscitar enorme expectativa, não só por se tratar da prova inaugural do Campeonato Nacional de Enduro, como também para testar o momento de forma dos pilotos, depois um longo defeso devido os constrangimentos provocados pela pandemia da Covid-19.

Mas é já a partir deste domingo que os pilotos apresentam as suas “armas” para esgrimir argumentos e tomar o pulsar de um percurso com cerca de meia centenas de quilómetros por volta – especiais incluídas –, delineadas no concelho de Santiago do Cacém. Em perspectiva estará um excelente plano competitivo, com uma jornada que viabiliza quatro voltas ao traçado para as categorias Elite e Open, três voltas para Verdes, Veteranos e Senhoras – estas efectuam o percurso dos Verdes – e duas voltas para Super Veteranos, Promoção e Hobby.

A “armada” do Góis Moto Clube/AB/Sagres, composta por Pedro Duarte, Francisco Alvoeiro, Marcelo Bandeira, Daniel Jordão e Diogo Ventura, terão pela frente três especiais em terreno arenoso mas sempre apetecível para muitos pilotos. A ronda inaugural do Campeonato Nacional de Enduro terá na “ementa” a Cross Test (CT) a efectuar no interior de Vila Nova de Santo André, junto às instalações do Grupo Desportivo da Repsol, seguindo-se a Enduro Test (ET), também dentro de Vila Nova de Santo André, mas junto da A26, finalizando com a Extreme Test (EX), dentro de Vila Nova de Santo André, nas proximidades da rotunda da Bicicleta, com combinação de obstáculos naturais e artificiais com alternativas abertas.

Aos comandos de uma TM, Pedro Duarte, do Góis Moto Clube/AB/Sagres, está preparado para se imiscuir na luta pela vitória na classe Verdes, enquanto Francisco Alvoeiro, numa Husqvarna, apronta o assalto na categoria Hobby, o mesmo sucede a Marcelo Bandeira.

Muitos anos depois da primeira corrida no Campeonato Nacional de Enduro, Daniel Jordão está de volta às origens. Tal como em 2000, o piloto figueirense, Daniel Jordão sucede a António Maio na qualidade de campeão nacional de Todo-o-Terreno absoluto, em 2019, terá à sua disposição uma moto de 125 centímetros cúbicos.

Por fim, o piloto goiense, Diogo Ventura, ambiciona assinar mais uma vitória no Campeonato Nacional de Enduro – a primeira nesta temporada – com o intuito de iniciar a defesa do título ao ataque com a sua Beta 250.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *