Fundación Cepsa distingue Valor Social nacional

Numa cerimónia que decorreu pela primeira vez em formato digital e que serviu para entregar 56 mil euros a cinco instituições nacionais, marcaram presença representantes das instituições vencedoras, bem como a presidente do júri, Conceição Zagalo, presidente da Cepsa Portuguesa, José Aramburu e directora de Marketing e Comunicação, Cláudia Soares-Mendes.

(auto.look2010@gmail.com)

A Fundación Cepsa cumpriu, mais uma vez, a sua missão de apoiar projectos de acção social, entregando os Prémios ao Valor Social a cinco Instituições portuguesas, de vários pontos do país. Nesta 16ª edição do programa foram distribuídos mais de 56 mil euros. Todas as instituições foram unânimes em sublinhar a importância destes prémios, já que permitem concretizar projectos que são fundamentais para apoiar inúmeras pessoas em situação de maior vulnerabilidade.

O presidente da Cepsa Portuguesa, José Aramburu, disse «estar impressionado com o trabalho que está a ser realizado pelas várias associações» e acrescentou que «a Cepsa tem um compromisso para com as comunidades em que está inserida e participa activamente no apoio a projectos de acção social».

Conceição Zagalo, presidente do Júri, referiu, por seu turno, que «a Cepsa é um exemplo a seguir no tecido empresarial em Portugal, já que estes prémios se traduzem agora em 65 instituições contempladas em Portugal – desde o início do projecto –, num montante que caminha a passos largos para 1 milhão de euros».

Cláudia Soares-Mendes, directora de Marketing e Comunicação, destacou que «este ano, em consequência da pandemia, incrementámos, em 100.000 euros o valor económico dos prémios; o que perfez, a nível de todo o grupo, um total de 500.000 euro em dinheiro para impulsionar, para além das iniciativas habituais dos prémios, projectos destinados a minimizar os efeitos da actual crise sanitária».

«Em 2020 alcançamos um máximo de 435 candidaturas, 60 das quais em Portugal. Estes números são um êxito para a Cepsa e uma motivação para prosseguirmos com o nosso trabalho», acrescentou Cláudia Soares-Mendes.

Um dos cinco projectos premiados dá, também, resposta às necessidades provocadas pela pandemia. É a “Brigada Sénior”, promovida pela Associação Nacional de Apoio ao Desenvolvimento, Investigação e Comunidade (ANADIC), que recebeu 10.500 euros. Tem como principais objectivos: diminuir o isolamento social e apoiar a família e os cuidadores dos idosos. O actual quadro de pandemia reforçou o problema do isolamento sénior e através do acompanhamento e também da formação aos cuidadores informais, pretende-se, com este projecto, garantir uma maior sensibilização para esta realidade.

“Uma Casa, Muitas Famílias”, da Associação Aprender em Parceria – A PAR, é outros dos premiados e recebeu 12.000 euros. Tem como objectivos apoiar e dar suporte a famílias em situações de vulnerabilidade; capacitar educadores e outros agentes para melhorar o seu desempenho na acção educativa e social junto desses núcleos familiares.

Foi igualmente distinguido o projecto “Semear Emprega”, da Associação Inclusão para a Deficiência (BIPP); que recebeu 11.591 euros. Trata-se de um programa de inclusão social que tem como objectivo a melhoria da qualidade de vida de jovens e adultos com deficiência intelectual, através da sua integração no mercado de trabalho.

O projecto “Mães Brilhantes – Empowerment de Famílias Monoparentais Femininas”, da Fundação Salesianos IPSS, recebeu 10.415 euros. Tem como fim o acompanhamento de mães de famílias monoparentais em situação de vulnerabilidade. Nesse sentido, o programa está assente no desenvolvimento de competências a vários níveis: parental, pessoal, social e profissional.

Já a “Academia da Mudança”, promovida pela Associação Serve the City Portugal (STC), recebeu 12.000 euros. Trata-se de um projecto que fomenta a inclusão social, a participação e a cidadania activa de pessoas em diferentes situações de vulnerabilidade social, sobretudo pessoas em situação de sem abrigo, estimulando-as a novos percursos de aprendizagem.

A Fundación Cepsa é uma entidade de interesse geral e sem fins lucrativos que tem como objectivo a realização de acções destinadas a responder às necessidades e prioridades das comunidades locais onde a sua fundadora, a Compañía Española de Petróleos S.A.U. (Cepsa), desenvolve as suas actividades. Os âmbitos de actuação da Fundación Cepsa são de carácter social, cultural, ambiental, científico-educativo e de fomento do desporto de base.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *