Frederico Rocha: “sobreviver ao tsunami” dos ISDE

Num universo de 637 pilotos, o jovem de Coimbra, com apenas 17 anos de idade e o segundo mais novo presente nos Internacional Six Days Enduro, pretende resistir às agruras da prova que tem no Autódromo Internacional do Algarve o centro nevrálgico.

CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt)

Frederico Rocha, Rodrigo Luz e Gonçalo Salgado

Os Internacional Six Days Enduro (ISDE) ainda estão em “Banho-Maria” mas, a partir de amanhã, forma-se um verdadeiro “tsunami” de incertezas, aventuras e peripécias, onde os 637 pilotos vão percorrer 1.500 quilómetros em oito horas diárias de percurso. Uma semana frenética com o Autódromo Internacional do Algarve, nos arredores de Portimão, a receber selecções e clubes, entre os quais Frederico Rocha, de Coimbra.

O jovem piloto, com apenas 17 anos de idade, encontra-se no Algarve a meio desta semana onde preparou, afincadamente, os seus dias de competição. Ainda não era nascido quando a cidade que o viu germinar recebeu a primeira edição dos ISDE em solo português. Foi em 1999 e, uma dezena de anos depois, assentou arraiais na Figueira da Foz, apercebendo-se desta grandeza competitiva na companhia do pai.

O interesse despoletou e, com 17 anos de idade e uma dezena de anos volvida desde que apreciou as incidências na prova na Praia da Claridade, Frederico Rocha está de “armas e bagagens” no Algarve, não para passar férias mas para fazer parte integrante de um forte contingente de mais de seis centenas de pilotos em representação de 34 nações e um dos 43 lusitanos na prova de Enduro mais dura do planeta.

Para enfrentar os mais duros obstáculos desenhados em redor do Autódromo Internacional do Algarve, Frederico Rocha optará por uma estratégia consistente e assimilar as dificuldades para se impor nos restantes dias. Esta segunda-feira, o único representante do concelho de Coimbra em prova, parte às 8h10 integrado na equipa de Portugal Júnior Clube Team composta pelos também jovens promessas Rodrigo Luz e Gonçalo Salgado para tomar de “assalto” a classe E1, uma das mais concorridas e disputadas na prova algarvia.

Aos comandos de uma Husqvarna, Frederico Rocha, campeão nacional em título de Verdes1 e Youth CUP e apoiado pela Mx Wise, terá assim o seu baptismo nos International Six Days Enduro, que já vai na 94.ª edição. Desta segunda-feira a sábado, os magos do Enduro, nacional e internacional, vão estar nas bocas do mundo. Frederico Rocha é uma jovem promessa com raça e muita determinação, levando o número 607 na sua Husqvarna.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação