Fred Rocha campeão Verdes 1 e Youth Cup

É de Coimbra o novo campeão nacional da categoria Verdes 1 e Youth Cup. Aos comandos de uma Husqvarna TX com o número 150, Frederico Vilaranda Rocha foi um guerreiro ao longo da temporada e, em Marco de Canaveses, desferiu o “golpe” final e regressou a casa “mais rico”.

Texto: CARLOS SOUSA (carlos.sousa@autolook.pt) – Foto: JOÃO DA FRANCA

A vida é como uma montanha. A cada dia que passa, as dificuldades atravessam o nosso caminho e, para chegar ao topo, é preciso muito trabalho e afinco. É, forçosamente, necessário subir degrau a degrau. Nada pode abater esse desiderato. Com vitórias e derrotas. Nada pode abater as nossas ambições.

Foi com toda esta determinação que o jovem conimbricense, Frederico Vilaranda Rocha, conhecido nos meandros das duas rodas por Fred Rocha, subiu a pulso para alcançar os seus objectivos. Aos 17 anos de idade, o jovem piloto, que teve como aliados de peso a família e a Husqvarna TX, trouxe para Coimbra dois importantes títulos de campeão nacional de Enduro: Verdes 1 e Youth Cup.

Foi em Marco de Canaveses, cenário da dupla jornada que marcou a derradeira prova do Campeonato Nacional de Enduro, que Fred Rocha deixou um rasto de excelência, estimulando o público que emoldurou o traçado nortenho, bem como os próprios adversários. Os títulos de campeão nacional de Verdes 1 e Youth Cup, além de ter “patenteado” o de vice-campeão na classe Verdes Absoluto, traduzem na perfeição a sua pujança e arrojo.

Natural, residente e estudante em Coimbra, o jovem piloto de apenas 17anos que tripula uma Husqvarna TX com o número 150, acabou de alcançar um dos grandes objectivos traçados na sua carreira. Mas Frederico Vilaranda Rocha não vai ficar por aqui, já que os seus propósitos vão incidir, agora, na preparação de mais um desafio de enorme importância.

Trata-se da sua participação naquela que é considerada a prova “Olímpica” das duas rodas e da disciplina em particular, nomeadamente os Seis Dias Internacionais de Enduro, este ano a disputar no território algarvio de Portimão no próximo mês de Novembro. Fred Rocha não quer perder o norte da ambição, mas é na região sul que pretende brilhar e, naturalmente, dignificar Portugal e Coimbra, a “sua” cidade.

Partilhe

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificação