Franco Morbidelli energético na Catalunha

Sem conseguir encontrar a aderência desejada na sua KTM RC16, em especial na segunda sessão de treinos livres, Miguel Oliveira fechou o primeiro dia do GP da Catalunha, este fim‑de‑semana no Circuito da Catalunha, na 17.ª posição.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

A exemplo do que sucedeu na sessão matinal, a Yamaha dominou com o italiano Franco Morbidelli a suceder ao francês Fabio Quartararo, 14.º na sessão da tarde, no topo da tabela de tempos, à frente do francês Johann Zarco (Ducati) e do sul-africano Brad Binder (KTM).

Por sua vez o português Miguel Oliveira (KTM) que, de manhã, tinha sido o mais rápido dos pilotos da marca austríaca, foi de tarde o mais lento dos quatro pilotos da KTM, apesar de ter melhorado o seu tempo.

Tal como sucedera em Moto3, também o mais rápido da sessão da tarde, o alemão Marcel Schrotter (Kalex) não bateu o tempo que o inglês Sam Lowes (Kalex), décimo na sessão, havia feito de manhã com o vento a ser o principal responsável pelo facto de da parte da tarde os tempos não terem melhorado.

O espanhol Jaume Masia (Honda) foi o mais rápido na segunda sessão de treinos livres de Moto3, mas não conseguiu, tal como sucedera na sessão anterior, chegar ao segundo “48”, o que deixa o seu compatriota Raul Fernandez (KTM), quinto na sessão da tarde, como o mais rápido no conjunto as duas sessões.

O sul-africano Barryn Binder (KTM) e o espanhol Carlos Tatay (KTM), pela primeira vez nesta posição, foram os que mais se aproximaram do piloto da Honda na sessão da tarde.

MELHORES TEMPOS

MotoGP – Franco Morbidelli (Yamaha), 1’39,789”; Johann Zarco (Ducati), 1’39,898”; Brad Binder (KTM), 1’40,008; Maverick Viñales (Yamaha), 1’40,208”; Takaaki Nakagami (Honda), 1’40,412”; Joan Mir (Suzuki), 1’40,441”; Pol Espargaro (KTM), 1’40,474”; Alex Marquez (Honda), 1’40,478”; Valentino Rossi (Yamaha), 1’40,502”; Alex Rins (Suzuki), 1’40,538”; …; Miguel Oliveira (KTM), 1’41,028”. Treinaram mais seis pilotos

Moto2 – Marcel Schrotter (Kalex), 1’44,531”; Fabio Di Giannantonio (Speed Up), 1’44,597”; Xavi Vierge (Kalex), 1’44,800”; Marco Bezzecchi (Kalex), 1’44,823”; Enes Bastianini (Kalex), 1’44,886”; Aron Canet (Speed Up), 1’44,997”; Jorge Navarro (Speed Up), 1’45,122”; Bo Bendsneyder (NTS), 1’45,134”; Thomas Luthi (Kalex), 1’45,233; Sam Lowes (Kalex), 1’45,294”. Treinaram mais 20 pilotos

Moto3 – Jaume Masia (Honda), 1’49,134”; Barryn Binder (KTM), 1’49,418”; Carlos Tatay (KTM), 1’49,611”; Gabriel Rodrigo (Honda), 1’49,821”; Raul Fernandez (KTM), 1’49,935”; Tony Arbolino (Honda), 1’49,952”; Stefano Nepa (KTM), 1’50,031”; Andrea Migno (KTM), 1’50,072”; Jeremy Alcoba (Honda), 1’50,090”; John McPhee (Honda), 1’50,151”. Treinaram mais 21 pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: