Franceses mais céleres nas “Islas Canárias”

“Armada” gaulesa comanda as operações no Rally Islas Canárias, derradeira prova do Campeonato da Europa de Ralis (ERC), com Adrien Fourmaux a destacar-se aos comandos de um Ford Fiesta R2.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

Ao contrário do que sucedeu ontem, quando os pilotos da “casa” dominaram o primeiro dia da competição, hoje são os franceses a ocuparem as duas primeiras posições, com Adrien Fourmaux (Ford Fiesta R2) a partir, para as últimas quatro especiais, com 33,4 segundos de avanço sobre o seu compatriota Yoann Bonato (Citroen C3 R5), diferença de tempo que deve permitir-lhe vencer a edição 2020 do Rally Islas Canárias, derradeira prova do Campeonato da Europa de Ralis.

Logo na primeira especial do dia, Adrien Fourmaux, que tinha começado o dia a 7,5” do espanhol Ivan Ares (Hyundai i20 R5), o mais rápido no conjunto das nove primeiras especiais, assumiu o comando, para logo a seguir o espanhol Nil Solans (Skoda Fabia R2 Evo) ter ascendido ao primeiro por troca com o francês.

Só que um minuto de penalização (seis minutos em tempo real) relegou Nil Solans para o 11.º lugar e permitiu a Adrien Fourmaux regressar ao comando da prova, posição que manteve na derradeira classificativa da manhã, à frente do seu compatriota, enquanto Ivan Ares completa o pódio provisório.

O sueco Oliver Solberg (VW Polo GTi R5), quarto, continua a pressionar o russo Alexey Lukyanuk (Citroen C3 R5), sexto, para este cometer um erro, e poder conquistar o título, mas o piloto da marca francesa está a evitar correr riscos para assegurar a conquista do ceptro, estando o espanhol Jose Antonio Suarez (Skoda Fabia R2) a separá-los.

No que diz respeito aos portugueses, Pedro Almeida (Peugeot 208 Rally4) não partiu para a segunda etapa e José Paula (Peugeot 208 T16 R5) ficou pelo caminho na terceira especial da manhã.

Classificação, após 13 especiais – 1.º, Adrien Fourmaux/Renaud Jamoul (Ford Fiesta R2), 1.40’14,4”; 2º, Yoann Bonato/Benjamin Boulkloud (Citroen C3 R5), a 33,4”; 3.º, Ivan Ares/David Vazquez (Hyundai i20 R5), a 1’00,9”; 4.º, Oliver Solberg/Aaron Johnstone (VW Polo GTi R5), a 1’36,1”; 5.º, Jose Antonio Suarez/Alberto Iglesias (Skoda Fabia R2 Evo), a 1’46,7”; 6.º, Alexey Lukaynuk/Alexey Arnautov (Citroen C3 R5), a 1’49,2”; 7.º, Luis Monzon/Jose Carlos Deniz (Citroen C3 R5), a 2’06,4”; 8.º, Andreas Mikkelsen/Anders Jaeger (Skoda Fabia R2 Evo), a 2’22’0; 9.º, Calum Devine/James Fulton (Hyundai i20 R5), a 2’24,8”; 10.,º Craig Breen/Paul Nagle (Hyundai i20 R5), a 2’27,8”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *