Francesco Bagnaia parte da “pole” no Qatar

Miguel Oliveira qualificou-se em 15.º para o GP do Qatar de MotoGP. Com este resultado, Miguel Oliveira parte da quinta linha da grelha para a corrida que se disputa este domingo.

PEDRO RORIZ (auto.look20102@gmail.com)

Dominadora nos treinos livres para a primeira corrida do “Mundial” de MotoGP, a Ducati confirmou na qualificação a superioridade mostrada nas sessões anteriores ao ver o italiano Francesco Bagnaia (Ducati) garantir a primeira “pole position” do ano, tendo sido o único a chegar ao segundo “52”.

A qualificação foi dominada pela Ducati e pela Yamaha, que dividem as sete primeiras posições da grelha, com o francês Fábio Quartararo, o espanhol Maverick Viñales e o italiano Valentino Rossi a colocarem três motos da marca dos três diapasões na perseguição a Franceco Bagnaia, cujos companheiros de marca, o australiano Jack Miller e o francês Johann Zarco antecedem o italiano Franco Morbidelli, o último homem do quarteto da marca nipónica.

Campeã em título, a Suzuki foi dominada, com o campeão do mundo, o espanhol Joan Mir a não ir além do 10.º tempo, atrás, ainda, do espanhol Aleix Espargaro (Aprilia) e do espanhol Alex Rins (Suzuki).

Sem o espanhol Marc Marquez, cujo regresso às pistas voltou a ser adiada, que foi substituído pelo alemão Stefan Brandl, a Honda, dominadora nos últimos anos, teve no japonês Takaaka Nakagami, 11.º, o seu melhor representante.

Mau começo da KTM que não colocou nenhum dos quatro pilotos na Q2, com o português Miguel Oliveira (KTM) a ser o mais rápido ai registar o 15.º tempo na qualificação o que o coloca na quinta linha da grelha.

Em Moto2, o inglês Sam Lowes (Kalex), que tinha sido o mais rápido no conjunto dos treinos livres, confirmou a superioridade exibida e assegurou a “pole”, à frente do espanhol Raul Fernandez (Kalex) e do holandês Bo Bendsneyder (Kalex), trio que rodou no segundo “58”, superiorizando-se de forma clara aos seus adversários.

O sul-africano Darryn Binder (Honda) garantiu a “pole posiiton” para a primeira corrida de Moto3, diante do espanhol Izan Guevara (Gas Gas), o melhor dos estreantes na categoria, e do seu colega de equipa John McPhee (Honda).

GRELHAS DE PARTIDA

MOTOGP – 1.ª linha: Francesco Bagnaia (Ducati), 1’52,772”; Fábio Quartararo (Yamaha), 1’53,038”; Maverick Viñales (Yamaha), 1’53,088”; 2.ª linha: Valentino Rossi (Yamaha), 1’53,114”; Jack Miller (Ducati), 1’53,215”; Johann Zarco (Ducati), 1’53,286”; 3.ª linha: Franco Morbidelli (Yamaha), 1’53,313”; Aleix Espargaro (Aprilia), 1’53,315”; Alex Rins (Suzuki), 1’53,490”; …; 5.ª linha: Enea Bastianini (Ducati), 1’53,733”; Jorge Martin (Ducati), 1’53,840”; Miguel Oliveira (KTM), 1’53,915”. Alinham mais sete pilotos

MOTO2 – 1.ª linha: Sam Lowes (Kalex) 1’58’726”; Raul Fernandez (Kalex), 1’58’866”; Bo Bendsneyder (Kalex), 1’58,959”; 2.ª linha: Marco Bezzecchi (Kalex), 1’59,052”; Joe Roberts (Kalex), 1’59,168”; Remy Gardner (Kalex), 1’59,197”; 3.ª linha: Jake Dixon (Kalex), 1’59,203”; Fábio Di Giannantonio (Kalex), 1’59,241”; Jorge Navarro (Boscoscuro), 1’59,420”. Alinham mais 21 pilotos.

MOTO3 – 1.ª linha:Darryn Binder (Honda), 2’04,075”; Izan Guevara (Gas Gas)m 2’04,278”; John McPhee (Honda), 2’04.358”; 2.ª linha: Jeremy Alcoba (Honda), 2’04,437”; Jaume Masia (KTM), 2’04,498”; Kaito Toba (KTM), 2’04,673”; 3.ª linha: Gabriel Rodrigo (Honda), 2’04,780”; Sérgio Garcia (Gas Gas), 2’04,870”; Riccardo Rossi (KTM), 2’04,889”. Alinham mais 19 pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *