Francesco Bagnaia na “pole position em Assan

O piloto português Miguel Oliveira (KTM) garantiu hoje o oitavo lugar na grelha de partida para o Grande Prémio de Assen (Países Baixos) de MotoGP, 11.ª prova da temporada. O italiano da Ducati conquistou a quarta “pole position” da temporada, segunda consecutiva.

PEDRO RORIZ E CARLOS SOUSA (auto.look2010@gmail.com)

Miguel Oliveira (KTM)

Batida na terceira sessão de treinos livres, a Ducati voltou a dominar a qualificação para a corrida de MotoGP, ao colocar cinco pilotos nas 10 primeiras posições, um deles Francesco Bagnaia (Ducati), na “pole position”. O piloto italiano terá ao seu lado o francês Fabio Quartararo (Yamaha), que impediu uma primeira linha da marca italiana, e o espanhol Jorge Martin (Ducati).

Quinto na qualificação, atrás ainda do italiano Marco Bezzecchi (Ducati), o espanhol Aleix Espargaro (Aprilia), que tinha estado em evidência nos treinos livres, pode ter penalizado, por, na sua última volta lançada, ter sido prejudicado pela exibição da bandeira amarela, em consequência da queda do australiano Jack Miller (Ducati), que parte ao seu lado.

Francesco Bagnaia ladeado por Fabio Quartararo e Jorge Martin

Surpreendentemente, a KTM viu os seus dois pilotos oficiais, o português Miguel Oliveira (KTM) e o sul-africano Brad Binder (KTM) ocuparem as duas primeiras posições na Q1 e garantir a presença na Q2, onde o português registou o oitavo tempo e o sul-africano o décimo, com o espanhol Alex Rins (Suzuki) a colocar-se entre eles.

O piloto de Almada, que teve de passar pela primeira fase da qualificação (Q1), depois de ter sido 15.º no conjunto dos três primeiros treinos livres, fez a sua melhor volta em 1m32,272s, sendo o melhor representante da KTM. Miguel Oliveira ficou a 0,768 segundos do italiano Francesco Bagnaia.

Este foi o segundo melhor resultado do piloto português em qualificação esta temporada, depois do sétimo lugar conseguido na Indonésia, na segunda prova da época, que Miguel Oliveira ganhou. O piloto da KTM, que foi o quinto mais rápido na quarta sessão de treinos livres, em que habitualmente os pilotos testam as afinações de corrida, conseguiu passar à segunda fase da qualificação pela segunda vez este ano ao ser o segundo mais rápido na Q1.

Miguel Oliveira ficou apenas 0,065 segundos atrás do companheiro de equipa, o sul-africano Brad Binder (KTM), que foi o mais rápido nessa fase. Os dois passaram à Q2, onde o piloto luso garantiu o oitavo lugar, duas posições à frente de Binder.

Francesco Bagnaia (Ducati)

De fora ficou hoje Pol Espargaró (Honda), devido a lesão sofrida na ronda anterior, na Alemanha. O piloto espanhol queixa-se de dificuldade em respirar e, por isso, optou por desistir deste Grande Prémio.

Refira-se que o GP de Assen é a 11.ª prova da temporada. Fábio Quartararo chega a esta ronda na frente do campeonato, com 172 pontos, enquanto Miguel Oliveira é 10.º, com 64.

Em Moto2 foi o americano Jake Dixon (Kalex) a registar o melhor tempo, à frente do espanhol Albert Arenas (Kalex) e do inglês Sam Lowes (Kalex). Em termos de campeonato, o japonês Ai Ogura (Kalex), que sai de quarto, tem oportunidade de chegar ao primeiro lugar do campeonato, uma vez que o comandante, o italiano Celestino Vietti (Kalex), parte da 11.ª posição e vai ter a difícil tarefa de recuperar posições.

Destaque para o quinto tempo do espanhol Alonso Lopez (Boscoscuro), o único não Kalex nas três primeiras linhas da grelha.

Domínio japonês em Moto3, com Ayumu Sasaki (Husqvarna), que não largava da “pole” desde o GP da Alemanha de 2019, e Tatsuki Suzuki (Honda) a ocuparem as duas primeiras posições e com o espanhol Izan Guevara (GasGas) a completar a primeira linha da grelha.

Em termos de campeonato Izan Guevara pode tirar partido do facto do seu compatriota, Sergio Garcia (GasGas), não ter participado na Q2 e de partir da 18.ª posição (nona linha), para assaltar o primeiro lugar que está na posse do seu companheiro de equipa.

GRELHAS DE PARTIDA

MOTOGP1.ª linha: Francesco Bagnaia (Ducati), 1’31,504”; Fabio Quartararo (Yamaha), 1’31,620”; Jorge Martin (Ducati), 1’31,708”; 2.ª linha: Marco Bezzecchi (Ducati), 1’31,796”; Aleix Espargaro (Aprilia), 1’31,868”; Jack Miller (Ducati), 1’32,124”; 3.ª linha: Johann Zarco (Ducati),1’32,175”; Miguel Oliveira (KTM), 1’32,272”; Alex Rins (Suzuki), 1’32,307”. Alinham mais 16 pilotos.

MOTO21.ª linha: Jake Dixon (Kalex), 1’36,736”; Albert Arenas (Kalex), 1’36,747”; Sam Lowes (Kalex), 1’36,767”; 2.ª linha: Ai Ogura (Kalex), 1’36,787”; Alonso Lopez (Boscoscuro), 1’36,842”; Jorge Navarro (Kalex), 1’36,860”; 3.ª linha: Joe Roberts (Kalex), 1’36,884”; Bo Bendsneyder (Kalex), 1’36,919”; Augusto Fernandez (Kalex), 1’36,967”. Alinham mais 20 pilotos.

MOTO31.ª linha: Ayumu Sasaki (Husqvarna), 1’41,296”; Tatsuki Suzuki (Honda), 1’41,362”; Izan Guevara (GasGas), 1’41,502”; 2.ª linha: David Muñoz (KTM), 1’41,664”; Dennis Foggia (Honda), 1’41,765”; Jaume Masia (KTM), 1’41,811”; 3.ª linha: Adrian Fernandez (KTM); 1’41,995”; Lorenzo Fellon (Honda), 1’42,014”; Xavier Artigas (CF Moto), 1’42,032”. Alinham mais 21 pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.