Francesco Bagnaia estreia-se a triunfar em MotoGP

O português Miguel Oliveira (KTM) terminou este domingo na 14.ª posição o Grande Prémio de Aragão de MotoGP, 13.ª prova do Mundial de velocidade de motociclismo, em que o italiano Francesco Bagnaia (Ducati) venceu pela primeira vez na classe rainha.

PEDRO RORIZ (auto.look2010@gmail.com)

O italiano Francesco Bagnaia (Ducati) deu à marca italiano a primeira vitória em 11 anos, no traçado aragonês, depois de ter resistido à pressão do espanhol Marc Marquez (Honda), com outro espanhol, Joan Mir (Suzuki), a completar o pódio. De facto, Bagnaia e Márquez protagonizaram um duelo intenso ao longo de toda a prova, com o piloto espanhol a seguir a Ducati do italiano como uma sombra até às três últimas voltas.

Francesco Bagnaia limitou-se a confirmar a superioridade mostrada nos treinos e na qualificação e a tornar-se no oitavo vencedor da temporada, o que lhe permitiu ascender ao segundo lugar do campeonato a 53 pontos de Fabio Quartararo (Yamaha), apenas oitavo na corrida, e com quatro pontos de avanço sobre Joan Mir.

O português Miguel Oliveira (KTM), que largou da 18.ª posição da grelha, ganhou quatro posições, somou mais dois pontos, o que não o impediu de descer para o nono lugar no campeonato.

O piloto de Almada concluiu as 23 voltas ao traçado aragonês a 22,703 segundos do vencedor, que bateu os espanhóis Marc Marquez (Honda), por 0,673 segundos, e Joan Mir (Suzuki), por 3,911.

Apesar de ter sido operado, esta semana, ao quinto metacarpo da mão direita, em consequência de uma queda de bicicleta, o espanhol Raul Fernandez (Kalex) averbou o quinto triunfo do ano e ganhou cinco pontos ao australiano Remy Gardner (Kalex), seu companheiro de equipa, segundo na corrida, que conserva o comando do campeonato.

O 1-2 dos seus pilotos permitiu à Red Bull KTM Ajo tornar-se virtual campeã do equipas de Moto2, quando faltam cinco corridas para o final da temporada, com o espanhol Augusto Fernandez (Kalex) a completar o pódio.

A corrida de Moto3 decidiu-se em cima da meta, com o italiano Dennis Foggia (Honda) a alcançar a quarta vitória da temporada, impondo-se por menos de um segundo ao turco Deniz Oncu (KTM), que esteve muito perto de triunfar pela primeira vez, já que só foi batido em cima da meta, com o japonês Ayumu Sasaki (KTM) a completar o pódio, com os cinco primeiros a caberem num segundo.

CLASSIFICAÇÕES

CORRIDAS

MotoGP – 1.º, Francesco Bagnaia (Ducati), 23 voltas (116,771 km), em 41’44,222” (167,8 km/h); 2.º, Marc Marquez (Honda), a 0,673”; 3.º, Joan Mir (Suzuki), a 3,911”; 4.º, Aleix Espargaro (Aprilia), a 9,269”; 5.º, Jack Miller (Ducati), a 11,928”; 6.º, Enea Bastianini (Ducati), a 13,757”; 7.º, Brad Binder (KTM), a 14,064”; 8.º, Fábio Quartararo (Yamaha), a 16’575”; 9.º, Jorge Martin, a 16,615”; 10.º, Takaaki Nakagami, a 16,904”; …; 14.º, Miguel Oliveira (KTM), a 22,703”. Classificaram-se mais seis pilotos.

Moto2 – 1.º, Raul Fernandez (Kalex), 21 voltas (106,617 km), em 39’49,990” (160,5 km/h); 2.º, Remy Gardner (Kalex), a 5,408”; 3.º, Augusto Fernandez (Kalex), a 6,824”; 4.º, Jorge Navarro (Boscoscuro), a 7,051”; 5.º, Aron Canet (Boscoscuro), a 10,695”; 6.º, Fabio Di Giannantonio (Kalex), a 15,160”; 7.º, Fermin Aldeguer (Boscoscuro), a 16,730”; 8.º, Ai Ogura (Kalex), a 17,085”; 9.º, Tony Arbolino (Kalex), a 17,704”; 10.º, Simone Corsi (MV Agusta), a 20,121”. Classificaram-se mais 11 pilotos

Moto3 – 1.º, Dennis Foggia (Honda), 19 voltas (96,463 km), em 37’53,710” (152,7 km/h); 2.º, Deniz Oncu (KTM), a 0,401”; 3.º, Ayumu Sasaki (KTM), a 0,644”; 4.º, Izan Guevara (Gas Gas), a 0,708”; 5.º, Niccolò Antonelli (KTM), a 0,878”; 6.º, Andrea Migno (Honda), a 1,180”; 7.º, Darryn Binder (Honda), a 2,133”; 8.º, Stefano Nepa (KTM), a 2,685”; 9.º, Tatsuki Suzuki (Honda), a 2,786”; 10.º, Jaume Masia (KTM), a 4,714”. Classificaram-se mais 11 pilotos

CAMPEONATOS

PILOTOS

MotoGP – 1.º, Fábio Quartararo, 214 pontos; 2.º, Francesco Bagnaia, 161; 3.º, Joan Mir, 157; 4.º, Johann Zarco, 137; 5.º, Jack Miller, 129; 6.º, Brad Binder, 117; 7.º, Aleix Espargaro, 96; 8.º, Maverick Viñales, 95; 9.º, Miguel Oliveira, 87; 10.º, Marc Marquez, 79. Estão classificados mais 16 pilotos

Moto2 – 1.º, Remy Gardner, 251 pontos; 2.º, Raul Fernandez, 212; 3.º, Marco Bezzecchi, 179; 4.º, Sam Lowes, 127; 5.º, Augusto Fernandez, 108; 6.º, Aron Canet, 103; 7.º, Fabio Di Giabnantonio, 101; 8.º, Ai Ogura, 95; 9.º, Marcel Schortter, 80; 10.º, Jorge Navarro, 71. Estão classificados mais 21 pilotos

Moto3 – 1.º, Pedro Acosta, 201 pontos; 2.º, Sérgio Garcia, 155; 3.º, Dennis Foggia, 143; 4.º, Romano Fenati, 134; 5.º, Jaume Masia, 111; 6.º, Darryn Binder, 104; 7.º, Niccolò Antonelli, 98; 8.º, Ayumu Sasaki, 87; 9.º, Deniz Oncu, 73; 10.º, Izan Guevara, 72. Estão classificados mais 20 pilotos.

CONSTRUTORES

MotoGP – 1.º, Ducati, 250 pontos; 2.º, Yamaha, 242; 3.º, Suzuki, 174; 4.º, KTM, 171; 5.º, Honda, 135; 6.º, Aprilia, 97

Moto2 – 1.º, Kalex, 325 pontos; 2.º, Boscoscuro, 138; 3.º, MV Agusta, 16; 4.º, NTS; 10

Moto3 – 1.º KTM, 275 pontos; 2.º, Honda, 245; 3.º, Gasgas, 193; 4.º, Husqvarna,140

EQUIPAS

MotoGP – 1.º, Monster Energy Yamaha MotoGP, 309 pontos; 2.º, Ducati Lenovo Team, 290; 3.º, Team Suzuki Ecstar, 225; 4.º, Pramac Racing, 212; 5.º, Red Bull KTM Factory Racing, 204; 6.º, Repsol Honda Team, 141; 7.º, LCR Honda, 113; 8.º, Aprilia Racing Team Gresini, 100; 9.º, Tech3 KTM Factory Racing, 75; 10.º, Esponsorama Racing, 73;  11.º, Petronas Yamaha SRT, 68

Moto2 – 1.º, Red Bull KTM Ajo, 463 pontos; 2.º, ELF Marc VDS Racing Team, 235; 3.º, Sky Racing Team VR46, 226; 4.º, Idemitsu Honda Team Asia, 130; 5.º, Kipin Energy Aspar Team, 126; 6.º, Liqui Molly Intact GP, 120; 7.º, Federal Oil Gresini Moto2, 113; 8.º, Petronas Sprinta Racing, 88; 9.º, +Ego Speed Up, 84; 10.º, Italtrans Racing Team, 69; 11.º, Pertamina Mandalika SAG Team, 56; 12.º, American Racung, 48; 13.º, Flexbox HP40, 36; 14.º, MV Agusta Forward Racing, 16; 15.º, NTS RW Racing GP, 10

Moto3 – 1.º, Red Bull KTM Ajo, 312 pontos; 2.º, Gaviota Gasgas Aspar Team, 227; 3.º, Leopard Racing, 173; 4.º, Red Bull KTM Tech3, 160; 5.º Petronas Sprinta Racing, 160; 6.º, Sterilgarda Garda Max Racing Team, 154; 7.º, Avintia Esponsorama Moto3, 125; 8.º, Indonesian Racing Gresini Moto3, 120; 9.º, Rivacold Snipers Team, 103; 10.º, Carexpert Pruestel GP, 80; 11.º, CIP Green Power, 73; 12.º, SIC58 Squadra Corse, 61; 13.º, Boe Owlride, 54; 14.º, Honda Team Ásia, 18

Próxima prova – Gran Premio Octo di San Marino e della Riviera di Rimini, dia 19 de Setembro, no Misano Circuit Marco Simoncelli.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *