Francesco Bagnaia assegura a “pole” na Alemanha

A Ducati continua a dominar como o demonstra o facto de ter colocado seis motos nas nove primeiras posições da grelha de partida. Miguel Oliveira (KTM) vai partir da 14.ª posição para o Grande Prémio da Alemanha, isto depois de ter ficado em quarto lugar na Q2.

PEDRO RORIZ E CARLOS SOUSA (auto.look2010@gmail.com)

Sem surpresa, depois do domínio exercido nos treinos livres, o italiano Francesco Bagnaia (Ducati) garantiu a “pole position” para o GP da Alemanha, a terceira, nas últimas cinco corridas, desta vez à frente dos franceses Fabio Quartararo (Yamaha) e Johann Zarco (Ducati), tendo sido o único a chegar ao segundo “19”, deixando o campeão do mundo a 0,076”.

Relegado para a Q1, o português Miguel Oliveira (KTM) foi quarto, a menos de meio segundo do tempo que lhe daria acesso à Q2, o que o coloca no centro da quinta linha, “entalado” entre o espanhol Pol Espargaro (Honda) e o sul-africano Brad Binder (KTM); seu colega de equipa, que foi batido por 0,101”, com o português a voltar a ser o mais rápido da marca austríaca.

Em Moto2, a “pole position” foi assegurada pelo inglês Sam Lowes (Kalex), à frente dos espanhóis Albert Arenas (Kalex) e Augusto Fernandez (Kalex), que tiveram de abortar a última volta, por causa da exibição de uma bandeira amarela, que os impediu de tentar desalojar o inglês do topo da tabela de tempos.

Pela terceira vez, este ano, o espanhol Izan Guevara (GasGas) vai largar da primeira posição da grelha, depois de ter sido o único a chegar ao segundo “25”, tendo a seu lado o italiano Dennis Foggia (Honda) e o compatriota Daniel Holgado (KTM), que esteve, até à última volta de Izan Guevara e Dennis Foggia, no topo da tabela de tempos.

Como curiosidade refira-se que a segunda linha é monopolizada pelos pilotos nipónicos Ayumu Sasaki (Husqvarna), Tatsuki Suzuki (Honda) e Ryusei Yamanakia (KTM), com o primeiro a colocar a quarta marca nas quatro primeiras posições.

GRELHAS DE PARTIDA

MOTOGP1.ª linha: Francesco Bagnaia (Ducati), 1’19,931”; Fabio Quartararo (Yamaha), 1’20,007”; Johann Zarco (Ducati), 1’20,037”; 2.ª linha: Aleix Espargaro (Aprilia), 1’20,120”; Fabio Di Giannantonio (Ducati), 1’20,128”; Jack Miller (Ducati), 1’20,150”; 3.ª linha: Luca Marini (Ducati), 1’20,168”; Jorge Martin (Ducati), 1’20,468”; Takaaki Nakagami (Honda), 1’20,562”; …; 5.ª linha: Pol Espargaro (Honda), 1’20,604”; Miguel Oliveira (KTM), 1’20,656; Brad Binder (KTM), 1’20.757”. Alinham mais oito pilotos.

MOTO21.ª linha: Sam Lowes (Kalex), 1’23,493”; Albert Arenas (Kalex), 1’23,765”, Augusto Fernandez (Kalex), 1’23,825”; 2.ª linha: Jake Dixon (Kalex), 1’23,897”; Marcel Schrotter (Kalex), 1’23,913”; Aron Canet (Kalex), 1’23,973”; 3.ª linha: Tony Arbolino (Kalex), 1’24,091”; Celestino Vietti (Kalex), 1’24,130”; Joe Roberts (Kalex), 1’24,134”. Alinham mais 20 pilotos.

MOTO31.ª linha: Izan Guevara (GasGas), 1’25,869”; Dennis Foggia (Honda), 1’26,164”; Daniel Holgado (KTM), 1’26,189”; 2.ª linha: Ayumu Sasaki (Husqvarna), 1’26,299”; Tatsuki Suzuki (Honda), 1’26,325”;  Ryusei Yamanaka (KTM), 1’26,467”; 3.ª linha: David Muñoz (KTM), 1’26,617”; Sergio Garcia (GasGas), 1’26,626”; Matteo Bertelle (KTM); 1’26,640”. Alinham mais 21 pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.